https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Poeta de palavras mansas

 
Open in new window

Ó poeta de palavras mansas,
Do que é feito teu coração?
Do cuspo de deus não foi
De lágrimas de cristo, também não.
Afinal, donde vem essa mansidão
Nas palavras?
Dos cornos do diabo não vem,
Das preces duma bruxa também não.
Ó poeta de palavras mansas,
Me empreste tua mansidão,
Pra enganar a lua e acalmar os mares.
Ó poeta de palavras mansas,
Me diga donde vem essa mansidão
Nas palavras, se do teu coração vier,
Gostaria de ter um igual ao teu,
Pra fazer das palavras, bastão da paz mundial.
Ó poeta de palavras mansas,
Se um dia morres a fingir,
Tua campa não será a fingir,
Serás enterrado no túmulo de verdade
Pra não morreres mais vezes.

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
367
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
4
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 21/06/2019 20:45  Atualizado: 24/06/2019 08:34
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2000
 Chega de palavras mansas
Glória ao poeta que grita mesmo quando cala o que vem a chorar por dentro dele


Enviado por Tópico
amifrejr
Publicado: 24/06/2019 00:32  Atualizado: 24/06/2019 00:32
Muito Participativo
Usuário desde: 28/03/2017
Localidade: ALEXANDRIA & RIACHO DA CRUZ-RN
Mensagens: 79
 Re: Poeta de palavras mansas
Parabens pela inspiração!