https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 185 »
Textos deste autor
Offline
Carolina
A sesta
Estava na hora da sesta e de deixar os gambuzinos poisar ao som distante de uma música pimba. T...
Enviado por Carolina
em 23/07/2017 21:37:15
Textos deste autor
Offline
RicardoC
VINTE E TRÊS DE JULHO
VINTE E SETE DE JULHO Antes do sol nascer, -- tal-qual Anchieta em Iperoig -- um longo poema na ...
Enviado por RicardoC
em 23/07/2017 11:44:42
Textos deste autor
Offline
Eureka
“ A verdade do tempo “
“ A verdade do tempo “ Sede... fome, é tudo o que tenho da fogosidade da minha ju...
Enviado por Eureka
em 22/07/2017 19:35:51
Textos deste autor
Offline
Lucineide
INVERTIDO
INVERTIDO Agora irei aí Não tranque a porta Quero que acredites em mim Estou mentindo Já não...
Enviado por Lucineide
em 22/07/2017 11:51:36
Textos deste autor
Offline
*Anggela*
*Sensações*
Os teus sentidos tem uma forma enigmática, Quando da minha pele se aproximam. É uma candura de m...
Enviado por *Anggela*
em 19/07/2017 18:32:43
Textos deste autor
Offline
Carolina
Melancólico sentir
Hoje, ocupo os meus pensamentos por quem nunca pensa na verdade, nem nos sorrisos que saem do olh...
Enviado por Carolina
em 17/07/2017 14:07:33
Textos deste autor
Offline
Frederico
Um momento mais...
Fugiu de mim o dia fluindo flutuando Sonolento e suave esmorece o cântico Da citara num abraço in...
Enviado por Frederico
em 13/07/2017 18:55:54
Textos deste autor
Offline
*Anggela*
*Lembranças*
Da tua boca, o rompante de uma frase... Dos teus lábios, a caricatura da minha imagem... Refleti...
Enviado por *Anggela*
em 11/07/2017 16:06:56
Textos deste autor
Offline
JoeWeirdo
Cheiro de hibisco
Tardei a caminhada à aurora Apaguei um cado de fotos para esquecer seu rosto, quiçá E talhei a fa...
Enviado por JoeWeirdo
em 10/07/2017 23:31:31
Textos deste autor
Offline
Absalao
~quando saí do ventre~
Quando saí do ventre: o dia ainda circulava nos escombros do tutano da terra. Era antes de nenhum...
Enviado por Absalao
em 10/07/2017 16:23:04
Textos deste autor
Offline
Lucineide
Assim leio poesia
Assim leio poesia Leio poesia Como criança Com Sorvete Nas mãos. Vou Degustando Cada palavra...
Enviado por Lucineide
em 04/07/2017 19:29:41
Textos deste autor
Offline
Lucineide
MEMÓRIAS
Lembro-me bem do meu avô, Que a meu ver era um deus. Isso era o que eu imaginava, Enquanto ele me...
Enviado por Lucineide
em 04/07/2017 01:48:34
Textos deste autor
Offline
Frederico
Prontuário do amor
Trémulo sentido do semblante Vagando no olhar peregrino encerrando O flocoso pesar envolto na red...
Enviado por Frederico
em 03/07/2017 16:40:19
Textos deste autor
Offline
Alemtagus
A Carta que Nunca te Escrevi ou a Simples Confissão do Meu Maior Crime (Parte XXXVII)
No dia em que te sonhei pela primeira vez estava deitado entre as espigas do meu Alentejo, a desp...
Enviado por Alemtagus
em 03/07/2017 13:07:11
Textos deste autor
Offline
RicardoC
PRIMEIRO DE JULHO
PRIMEIRO DE JULHO O que mais temo ao escrever é perder a capacidade de me surpreender com o que ...
Enviado por RicardoC
em 01/07/2017 14:34:34
Textos deste autor
Offline
MarySSantos
conselho de espelho
aprendi a fazer rio atravessar debaixo dos olhos para disfarçar cabisbaixos passos de alguns dia...
Enviado por MarySSantos
em 28/06/2017 01:23:25
Textos deste autor
Offline
karinna*
Enviado por karinna*
em 25/06/2017 17:53:42
Textos deste autor
Offline
karinna*
Enviado por karinna*
em 23/06/2017 01:28:44
Textos deste autor
Offline
Alemtagus
A Carta que Nunca te Escrevi ou a Simples Confissão do Meu Maior Crime (Parte XXXVI)
O dia esconde-se a cada movimento do ponteiro dos segundos, faz-me sentir que deixei algo para fa...
Enviado por Alemtagus
em 20/06/2017 17:06:17
Textos deste autor
Offline
Frederico
Astuta saudade
Pelos olhos amendoados de um sorriso casto Deixo laqueado o sonho embrionário revelado num Gesto ...
Enviado por Frederico
em 19/06/2017 16:12:02
(1) 2 3 4 ... 185 »