https://www.poetris.com/
Poemas : 

Marejar o silêncio de coração cheio

 
 





sangrar a chuva
nas manhãs de verão
é tão árctico
no coração

chega a ser
um verdadeiro estalo de ingratidão
uma cotovelada de solidão [sem a protecção dos sonhos]

e o vento ….

o vento
obriga a cortina a dançar

e a saudade…

a saudade
coage
a esperança
em arredar
a tempestade
[nem que seja por um instante
de insanidade]




 
Autor
Andeiro
Autor
 
Texto
Data
Leituras
106
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
kirinka
Publicado: 12/09/2019 17:03  Atualizado: 12/09/2019 17:03
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2015
Localidade:
Mensagens: 758
 Re: Marejar o silêncio de coração cheio
O vento
se fosse falar do vento
e da saudade
em comunhão

saiam de mãos dadas
em noites quentes
de Verão.


Gostei imenso!!

Abraço da Luka