https://www.poetris.com/
Poemas : 

MÃE ÁFRICA

 
Na noite escura no fundo da África,
andeja a orquestra do medo
entoando o canto vibratório dos chicotes
na pele nua, vendida ao trabalho.

Trilhas tortuosas caminharam
com pernas trêmulas, penosa distância
até a masmorra da vela negreira.

A travessia escura para longe,
corroia toda carne de altivez
obtida na pujança do nascimento.

Além mar, os tambores se reconhecem
na carapinha festeira dos orixás,
destemidos de berço, com alma de ferro.

A raça e a garra, na luta de liberdade,
percorreram todos os séculos de tirania
com melanina guerreira da terra nascente.

Mãe áfrica não abandona filhos
em terras distantes.


Fatumby Tristão

 
Autor
Fatumby
Autor
 
Texto
Data
Leituras
110
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.