https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

nos olhos da madrugada

 
Nos teus olhos eu pinto a madrugada
Na paleta das minhas cores
um sorriso me provocas.

Nos teus olhos
saltita a menina, de sorriso rasgado
No teu rosto
brinca um rio, de ousadia serena
No teu corpo
balanceia uma viagem insubmissa, de lufadas tropicais

Nas montanhas
Nos vales
Nas terras estéreis
No prado viçoso
Encontro o teu olhar
quando me despes a alma
e te aninhas, dançando em mim

No tempo, que desliza, sorrindo
Na escarpa, que se dobra, amando
No mel, que se adoça, beijando
No sonho, que se vive, ousando
Estás
Estamos

Somos
estrada
grito, mar
terra iniciada
um passeio á beira mar

Um gesto de loucura
Uma noite sem rede, nem chão
como quadros criados
pelo desejo da razão

Do nada, fizemos tudo
como as cores de um olhar
E de tudo, nos dêmos
porque dar, é amar.

RuiSantos

 
Autor
ruisantos
Autor
 
Texto
Data
Leituras
553
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
*ci*
Publicado: 26/08/2009 17:35  Atualizado: 26/08/2009 17:35
Colaborador
Usuário desde: 28/02/2007
Localidade: Suiça
Mensagens: 689
 Re: nos olhos da madrugada
Belas palavras...
Belo poema...

Beijos da ci

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 08/09/2009 16:00  Atualizado: 08/09/2009 16:00
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: nos olhos da madrugada
"Do nada, fizemos tudo
como as cores de um olhar
E de tudo, nos dêmos
porque dar, é amar."

Este pedacinho final resume tudo o resto que o poema em si e no seu todo, nos pretende transmitir.
A dádiva partilhada é a realização daquilo que começou por ser um sonho...
Uma prova de que existem histórias de amor que acabam em felicidade.

Beijo

Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 08/09/2009 16:02  Atualizado: 08/09/2009 16:02
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3023
 Re: nos olhos da madrugada
Teu poema não foi escrito mas foi pintado como numa tela com cores fortes e vivas.
belo.
beijo.