https://www.poetris.com/
Poemas : 

Desarrumar os rituais

 
Neste ritual de arruma e desarruma
iludimos o tempo e o pensamento!

Vivemos de rituais tão banais
perdidos
esquecemos de arrumar o essencial…

dentro de nós habita a memória
a cantar silêncios
como um rouxinol que de partida
olha em volta
lá do alto do fio negro
o horizonte do vento…

As chaminés desenham pelo ar
manhãs
nos ombros da noite
uma plenitude nas velas que ardem
perante o olhar iludido…

Agarrados aos rituais
a evolução fica estagnada
em bocejos quebrados…

Precisamos de ousar
sacudir a nossa multidão de receios…

Entrar para lá do visível
desarrumar os rituais… e partir
sem sairmos do lugar
e tudo irá mudar e brilhar
numa luz de transparências vivas…


Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
102
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 14/03/2021 10:26  Atualizado: 14/03/2021 10:26
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: BRASIL
Mensagens: 818
 Re: Desarrumar os rituais
Nos enchemos tanto que não sobra tempo para o ritual do auto conhecimento