https://www.poetris.com/
Poemas : 

Aminestesiado

 
..fecho os olhos antes do sono, me obrigam os fatos e os ritos..Tenho que funcionar até na amargura...objeto da vida sou marionete .E me forçam os musculos a seguir sem cair sem desperdiçar minuto...fecho os olhos sem dormir mas vou ninando a morte..espertamente lhe coliro com sonhos ...E ela vai me possuindo tanto que me gasta pela alma..Me desbota. Sim ela gosta desse meu sabor de morto.


,,,mas Deus gosta de ser assim também, na forma de Eu!

 
Autor
joakencor
Autor
 
Texto
Data
Leituras
99
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.