https://www.poetris.com/
Poemas : 

Roto brinquedo

 

Não existe dor maior
Nem há mais grande tormento
Que evocar o firmamento
Daquele sublime amor
E tão doce encantamento.
Este meu fado impiedoso!
Este tão duro degredo
Daquilo que era o meu gozo!
Daquele mundo ditoso
Resta este roto brinquedo!
 
Autor
Juanito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
114
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
8
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 13/04/2021 20:31  Atualizado: 13/04/2021 20:31
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 4564
 Re: Roto brinquedo


Que ternura me fez lembrar
a infância, nos brinquedos
que deixaram saudade

um abraço poeta Juanito


Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 13/04/2021 20:59  Atualizado: 13/04/2021 20:59
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 2045
 Re: Roto brinquedo
Tao glorioso brinquedo , pena haver se rompido.Lo siento!
besito amigo.


Enviado por Tópico
SoledadViñas
Publicado: 14/04/2021 09:19  Atualizado: 14/04/2021 09:19
Super Participativo
Usuário desde: 14/12/2020
Localidade:
Mensagens: 196
 Re: Roto brinquedo
El juguete que me gusta roto me dejo con nostalgia gracias por las palabras.


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 16/04/2021 00:28  Atualizado: 16/04/2021 00:28
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17127
 Re: Roto brinquedo
Poeta
Belo, delicado!
Parabéns pela inspiração!
Abraço!
Janna