https://www.poetris.com/
Poemas -> Desilusão : 

Tive sonhos de louco

 
Tive sonhos de louco
 
Na busca incessante em desvendar estes mistérios
Que vi escondidos no secreto de seus olhos;
Tive sonhos de louco que tentei esconder
Quando percebi que nunca poderia esquecer.

Eu vejo as flores, afinal é primavera,
Nos jardins da minha bucólica existência;
Em cada uma das rosas há uma doce lembrança
De tempos tão bons que ainda me dá esperança.

Junto a ti eu sempre sonhei viver
Por isso buscava ir ver-te no amanhecer;
Todas as noites sem você só a triste solidão
Para fazer companhia ao solitário coração.

Nada mais em mim ficou do que a saudade
Nada mais do que o susto aterrador;
A tomar conta de mim, um divino pavor,
Desde a noite que levaste para longe seu amor.

Disseste-me que havia morrido em si o sentimento
Que não poderia mais ter alegria ao meu lado;
É a mesma história mal contada que volta a repetir
Quando abro o coração, a ilusão volto a sentir.

Sem teu abraço, teus beijos, tua singela presença
Uma solidão que trás consigo uma dolorida saudade;
Mas há quem diga que tive sonhos de louco
Ao sonhar que um dia pudesse me livrar deste sufoco.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
99
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
caparoeiroazulmorto
Publicado: 17/10/2021 01:02  Atualizado: 17/10/2021 01:02
Participativo
Usuário desde: 14/10/2021
Localidade:
Mensagens: 16
 Re: Tive sonhos de louco
tu nunca quiseste viver rapaz. muito menos com ela senão não serias tão inventor. eu se fosse ela diria: vai manipular o caralho. olha, se lhe puseres a mão e abrires os olhos... serás feliz. pois... para homens como tu a mão é tudo. experimenta com a direita, de baixo para cima, de cima para... isto é poesia não é! o luso faz-vos muito mal. viajai para outros lados porra. ide conhecer o mundo senão , morreis... assim, miudinhos, froda-se
uma boa noite odair