https://www.poetris.com/
Poemas -> Solidão : 

Ando farto de quase tudo!

 

Ando farto de todos que minuciosamente
Seguem regras, sem ao menos, saber
Quem as fez!


Ando farto de certas normas
Do nosso português - de poemas
Comportados politicamente corretos.
Ando farto de poemas que não falam à alma
Que mesmo aos gritos, não conseguimos
Ouvi-los.


Ando farto da poesia pobre, de versos
Perdidos – da música ‘pop’ para um povo
Sem cabeça, facilmente influenciável
Por influenciadores cérebros fedidos.



 
Autor
PCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
114
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 23/05/2022 15:37  Atualizado: 23/05/2022 15:47
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade:
Mensagens: 2148
 Re: Ando farto de quase tudo! # eu também
.



Quando leio um poema desejo algo criativo e não ler um livro com regras gramaticais e aprender .
Lendo seu poema eu pude refletir. A criatividade não está presa a regras, mas foram colocadas regras para limitar as pessoas e simplesmente elas não podem escrever porque não sabem, ficam incapazes de expressar seus sentimentos, mas tudo chega num limite e têm uma revolução, agora com os aplicativos, os gênios da gramática podem ser superados pela criatividade.

As pessoas mais inteligentes usam feedbacks com pessoas simples e elas acabam solucionando problemas e aprimorando sistemas.

Abraços!

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 23/05/2022 16:43  Atualizado: 23/05/2022 16:45
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29767
 Re: Ando farto de quase tudo!
A poesia tem que ser escrita com sentimentos onde um tudo se transfere para p/ o leitor. Uma escrita elevada aos sentidos pluralizando o conceito do mais belo escrever, ativando do verdadeiro eu, a essência das belas palavras