https://www.poetris.com/
Poemas : 

A FINIDADE DA VIDA

 
A FINIDADE DA VIDA


Hoje lembrei que a vida é finita,
Angustiei-me concluindo que a minha também,
Que preciso contar meus dias regressivamente,
Que cada dia que passa é um a menos que passarei.

Calculei quanto ainda tenho por viver,
A matemática e as estatísticas foram-me carrascos,
E me surpreendi sentindo uma tristeza desconhecida,
Senti aromas melancólicos, cores cinzentas, fantasias pálidas.

Relembrei que a vida é finita – definitivamente,
Recalculei o percurso do meu porvir,
Comparei com o caminho já percorrido,
E concluí que já não preciso de pressa.

Embebedei meus sonhos a toda saudade acumulada,
Rebusquei o tempo perdido em tantos recomeços,
Rememorei os dias que perdi em dúvidas infindas,
E concluí que preciso economizar meus dias seguintes.

É verdade – a vida é finita sim,
Bem ao contrário das minhas vontades,
Oposto dos meus sonhos e devaneios,
Fazendo os dias que a matemática ainda me permite,
A soma dos tantos sonhos coloridos em devaneios.

Eacoelho

 
Autor
E.A.COELHO
 
Texto
Data
Leituras
78
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HELDER-DUARTE
Publicado: 04/08/2022 09:20  Atualizado: 04/08/2022 09:20
Colaborador
Usuário desde: 24/11/2006
Localidade: Albufeira
Mensagens: 771
 Re: A FINIDADE DA VIDA
Pode ser eterna! Também! Se crer em Jesus Cristo agora!