https://www.poetris.com/
Poemas : 

Chora a criança dentro do adulto

 
Chora a criança dentro do adulto




Ouço o choro
de uma criança pequenina
dentro do adulto que cresceu.
Chora, chora copiosamente,
chora o desamparo,
chora porque não sabe como,
não sabe porquê,
Não sabe como fazer,
E está ao abandono.
Chora, a mãe não ouve,
chora e o pai está ausente.
Não soube calar seu choro.
Chora a criança no limbo,
Chora e o choro com o tempo
Endurece, entorpece, emudece.
Chora a criança e o adulto adoece.
Chora a mãe da criança sem criança,
sem esperança, chora o pai e não sente,
negligente, e tão ausente.
Chora a criança, chora a mãe,
chora o pai, chora o adulto
dentro da criança que só quer ser amada.
Choram todos, mas quem mais chora
é a criança já adulta,
Chora, a criança, mas quem
sabe seu choro seja ouvido,
consolado, esquecido.

Alice Vaz de Barros


Alice Vaz De Barros

 
Autor
AliceVazDeBarros
 
Texto
Data
Leituras
138
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 03/12/2023 11:25  Atualizado: 03/12/2023 11:25
Membro de honra
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 3052
 Re: Chora a criança dentro do adulto p/ AliceVazDeBarros
Um "eu" escrito com ecos. Este "choro" é único, um só momento, enclausurado no corpo e na mente, alimentado pelo tempo, uma marca que ficou ou uma ferida por sarar.
Bastante introspectivo e deixa a imagem forte da fragilidade humana.

Enviado por Tópico
Alpha
Publicado: 05/12/2023 12:42  Atualizado: 05/12/2023 12:42
Membro de honra
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1860
 Re: Chora a criança dentro do adulto
Quem não sabe lidar com sua criança
Da vida nunca soube ser bom escultor
Nunca percebeu o que é a esperança
Muito menos o que simboliza o amor!

Essa criança precisa ser sempre ouvida e amada em todas as fases da vida!
Felizes os que a mantém e lhe sabem dar ouvidos!