Poemas : 

Pisada

 
 


A pelintra flor
Nasce na encosta do vale
Cabe nos amanheceres
Faz cara bonita para noite
E fica de pé nas tempestades


A menina flor
Larga as folhas
Depois do seu amor
Abandonar a sua primavera
Para ficar com o inverno



Open in new window









 
Autor
rezões
Autor
 
Texto
Data
Leituras
96
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paulo-Galvão
Publicado: 26/02/2024 11:18  Atualizado: 26/02/2024 11:18
Usuário desde: 12/12/2011
Localidade: Lagos
Mensagens: 1176
 Re: Pisada
Olá Rezões.
Li com interesse este poema.
Desperta-me a pergunta qual o preço da total liberdade e independência individual?
Na minha leitura título "Pisada" é também a ultima palavra; acentuando assim assim a dicotomia entre a primeira segunda estrofes.

Abraço

Paulo