Tags:  poema    saudade    solidão    grito    eco.  
 
Ecos
 
Olho para a lua e sinto-me surda, em ondas de solidão e infinitos de saudade, voo alto, extasio, mergulho profundo e silencio em singelos poemas o grito que ecoa a segredar o não dito...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Autor
Issor_honey
 
Texto
Data
Leituras
66
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
0
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.