https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Eu Sou Ninguém

 
Eu sou escorpiano,
Quero ser alguém,
Hoje eu sou ninguém,
Mas ninguém é melhor que eu.
Sou das pedras, ou das trevas,
Vim para o mundo por acaso,
Não vim adiantado, e sim por atraso.
Fui formado lapidado,
Sou largado no mundo,
Sou um lago profundo,
De águas paradas;
Congeladas,
Para não demonstrar medo.
Corro junto com o vento
Dependendo do tempo.
O sol ou a chuva,
A reta ou a curva,
Possuo um vasto sentimento.
Às vezes sou um pouco tímido,
Timidez de primeira vez,
Em segundos planos,
Sem causar danos,
Quero ter boa impressão,
Pretendo usar toda a educação,
E os bons modos,
De um bom veneno de escorpião!

É isso aew.
 
Autor
Patrick_Spolti
 
Texto
Data
Leituras
2233
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jessé barbosa de oli
Publicado: 28/05/2008 16:53  Atualizado: 28/05/2008 16:53
Da casa!
Usuário desde: 03/12/2007
Localidade: SALVADOR, Bahia
Mensagens: 334
 Re: Eu Sou Ninguém
teu poema,
para mim,
encerra o ensejo
da luta entre o niilismo,
quer dizer uma profunda descrença no mundo,
e, ao mesmo tempo, uma tremenda vontade de ter esperança.
caso eu esteja certo,
faço questão de te dizer
que tu não padeces sozinho
neste drama.


Enviado por Tópico
Cancelado
Publicado: 28/05/2008 23:07  Atualizado: 28/05/2008 23:07
Participativo
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade:
Mensagens: 24
 Re: Eu Sou Ninguém
As vezes sinto-me como no seu poema...um nada.E noutras sinto-me um tudo.

Ouvindo Nocturno de Chopin e lendo sua poesia, cujas palavras chegaram em boa hora fico a refletir...

Parabéns!