https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

RETALHOS

 
RETALHOS


Abro as minhas mãos
Mas não vejo a brancura
Das espumas do mar

Encontro-me nu
Perdido na escuridão
Salgada do desencanto

Retalhos de uma paixão
Incendiada na raiz do
Esquecimento

Regresso;
São tantos lugares
Enclausurados
Em mim, o meu rosto não tem
O reflexo matinal dos lagos
Apenas deserto...


ALBERT ARAÚJO
Agosto/2006

 
Autor
ALBERT ARAUJO
 
Texto
Data
Leituras
600
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 24/07/2008 21:19  Atualizado: 24/07/2008 21:19
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: RETALHOS
Um poema triste, quase de desespero. Talvez por isso seja belo...