Mensagens -> Amor : 

Por que você não vem

 
Quando você foi embora
E me deixou sozinha aqui
Nem se quer me deu
Uma exçlicação
Fiz meu coração resistir
Calei a minha dor
Perdi a razão pra eu
Continuar vivendo a sorrir
Você vive tão presente
Por mais que eu tente
Te esquecer
Todos os lugares
Onde quer que eu vá
Tudo me lembra você
E recordar confeso
Que é sofrer
Porque você não vem
Me tirar dessa solidão
Você fez um mal pra mim
Hoje meu mundo é só de ilusão
O nosso amor não vai ter fim
Nem que eu tenha que gritar
Não faz comigo assim
Eu posso até morrer
Se você não voltar pra mim
Não sei o que vai ser de mim
Pois sem você meu mundo
É tão ruim
Porque você não vê
Me tira dessa solidão
Você que fez um mal pra mim
Hoje meu mundo é só de ilusão

Meu coração
Resolveu te perdoar
Ele só quer te amar
Sem ilusão
Você errou
Tem concerto essa solução
Falo com a voz da paixão
Vem meu amor
Não vou deixar o amor acabar
E ninguém mais vai nos separar
Sei que você
Ainda está presente aqui
E te perder é tão ruim
Não vou me convencer
Eu já chorei
A dor desssa separação
Minha vida em tuas mãos
Onde eu errei?
Não vou deixar o amor acabar


Rulia Grazielle

 
Autor
Solidão
Autor
 
Texto
Data
Leituras
4276
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
sebastiaoalves
Publicado: 09/07/2006 17:14  Atualizado: 09/07/2006 17:14
Participativo
Usuário desde: 21/04/2006
Localidade:
Mensagens: 47
 Re: Por que você não vem
"Você que fez um mal pra mim"
Essa dor que consome sem doer, que desespera em prisão, faz a gente não compreender tudo que foi um dia tão harmonioso... Não queremos entender, não aceitamos o ponto final, e essa atitude faz em nós nascer a esperança de tudo vai se consertar... Esse mal do qual falas tão bem, esse mal que não tem cara de mal vai fazendo a gente ir mais além suportando a adversidade, sem ninguém... Com a lembrança apenas, mas vazios, ocos, cheios de nuvens que nos causa delírios fracamente coloridos, desbotados... Esse mal não nos faz parar, mas ficamos eternamente machucados... Até mais...