https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O Menino

 
Na minha rua tinha um menino que vivia na janela rindo.
Ria quando o carro passava e ria quando chovia, e se a bicicleta atolava também ele ria.
Era cuidado pela mãe, uma mulher pequena e aguerrida que não media esforços para vê-lo feliz já que ambos foram abandonados pelo chefe da casa, assim que este soube da doença do filho. Para amenizar sua dor dizia ele, resolveu morar no interior do estado, de onde poderia visitá-los vez ou outra, o que nunca fez...
Apesar de tudo, a vida deles era preenchida por uma constante disposição de viver, recurso eles tinham algum, pois a senhora era filha de militar e recebia a pensão do pai já falecido, assim viviam sem grandes apertos.
A vizinhança toda se acostumou a ver o menino sorridente que tomava sol na cadeira de rodas, e conversava com os passarinhos, os cachorros, e gostava das crianças, embora uma boa parte do dia ficasse na janela se comunicando através do riso que dava para o tintureiro, o açougueiro, e a moça do banco, especialmente.
Quem passava para o trabalho, olhava aquele menino ali com um ar fresco de alegria e mesmo quem se mudava, uma hora retrocedia para dar um aceno.
Por quinze anos aquela cena se repetia na rua, até que numa tarde linda de primavera aquela criança amanheceu morta, e sua mãe triste, porém consolada, velou e enterrou o seu raio de luz acompanhada por um número grande de pessoas que fizeram questão de comparecer ao cemitério, e prestar a última homenagem ao vizinho sorridente que marcara de certa forma, os seus dias corridos entre o trabalho e a casa.
Ao contrário do que se pensava, aquela mãe continuou uma mulher disposta, e tão logo pode, voltou firme aos trabalhos em movimentos sociais das igrejas e instituições de amparo aos animais, sempre muito querida por todos, outro dia soube-se que ela arranjou um novo pretendente e vai se casar mas vai morar perto, no mesmo bairro, para sentir-se envolvida dos ares de seu lindo menino, que ria para as flores e ria para os barcos e ria para as estrelas, que agora riem com ele lá do céu...



Nina Araújo



O poeta Walmar Belarmino assim diz:
“CORAÇÃO DE POETA É TÃO SENSÍVEL,
TÃO SENSÍVEL DE UM JEITO IMENSURÁVEL
QUE CONSEGUE SENTIR O INAUDÍVEL
E BEIJAR COM LEVEZA O INTOCÁVEL
VER UM DEUS EM CADA MISERÁVEL
E CHORAR PELA DOR DE UM OPRIMIDO
MESMO ...

 
Autor
NinaAraújo
 
Texto
Data
Leituras
768
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
12
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
fcoferreira
Publicado: 30/08/2008 01:13  Atualizado: 30/08/2008 01:13
Da casa!
Usuário desde: 06/07/2008
Localidade: Joao Pessoa
Mensagens: 339
 Re: O Menino
Bela historia, bela reflexão , bela arte e bela poetisa.
parabens querida vc vai longe!!

Francisco Ferreira


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 30/08/2008 01:39  Atualizado: 30/08/2008 01:39
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14854
 Re: O Menino p/ NinaAraújo
Olá Nina

Linda história, linda mensagem
A felicidade muitas vezes mora
num sorriso dado ou recebido
E, mesmo com um final triste
ficou o riso distribuído...
Parabéns muito bem escrito

Beijinhos no coração


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/08/2008 01:39  Atualizado: 30/08/2008 01:39
 Re: O Menino
Moro bem próximo de uma escola (hoje por motivos dos custos altos o seguimento foi desativado) que acolhia também crianças 'especiais'. muitas delas, as menos favorecidas, vinham a pé. raro, mas quando eu no portão, recebia acenos, sorrisos e beijos mandados com a mão quando elas passavam. até hoje eu sinto falta. agradeço-te Nina, seu escrito me fez lembrar e sorrir. Um beijo Poetisa e meu afetuoso abraço.
Silveira


Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 30/08/2008 02:00  Atualizado: 30/08/2008 02:00
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Joinville - SC
Mensagens: 3335
 Re: O Menino
Olá Nina!

Muito lindo o texto que trouxeste, me emocionei, tão singelo e belo, na sua essência traz a pureza desse menino de saúde tão frágil mas gigante na magia do amor. Amei e te aplaudo com o meu coração Nina!

Beijos de luz!

Fhatima


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 30/08/2008 07:20  Atualizado: 30/08/2008 07:20
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11068
 Re: O Menino
Nina,
Agora emocionei-me mesmo.
na Associação onde trabalho também lá está um jovem cuja forma de interagir é feita através do riso e de um aperto de mão a cada pessoa que passa por ele.
Bela é a capacidade de amar os outros que estas pessoas têm, nunca o vi não sorrir para alguém.
Lições de vida que agora me deixaram com uma lágrima, mas deram-me mais vontade ainda de voltar ao trabalho, ma próxima segunda feira.
Obrigada meu Deus por me permitires aprender com estas realidades e a ti Nininha pela tua sensibilidade.
Beijinhos
Nanda


Enviado por Tópico
Gleidston
Publicado: 30/08/2008 09:48  Atualizado: 30/08/2008 09:48
Da casa!
Usuário desde: 12/05/2008
Localidade: Barreiro
Mensagens: 272
 Re: O Menino
Nina, uma bela historia, como esses simples anjos nos marcam,parabens...