https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O moedinhas

 
Tags:  Imagem do Google  
 
O moedinhas
 
Calças largas
Já um pouco enxovalhadas
Camisola às riscas verdes
Do Vitória
Boné vermelho
Já velho
Sem memória
E botas grandes
De solas esburacadas.

Firme no seu lugar
Da Avenida
Estátua de carne
Que quer ganhar a vida
Para a ir perder
Na compra da desgraça
Que além, naquela praça
É vendida às escondidas.

A mão faz sinal para arrumar
O carro p´ra quem
guardou o lugar.
Só baixa a mão
Ao receber a moedinha
E diz então
A quem a dá:
"Fixe,pá,obrigadinha"!

Conta as moedas
Que tem na mão
E corre,apressado,
Parece esfomeado,
Sente-se muito só,

Mas não vai comprar pão,
Vai comprar pó!


Célia Santos

 
Autor
celiacc
Autor
 
Texto
Data
Leituras
823
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
18
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 04/05/2009 23:55  Atualizado: 04/05/2009 23:55
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: O moedinhas
Infelizmente, Célia, cruzamos a todo o momento com esses meninos grandes e o coração dói... dói...!
Bem hajas pelo poema, minha querida.
Bjs
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 05/05/2009 00:53  Atualizado: 05/05/2009 00:53
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: O moedinhas
Vou me repetir em comentário mas cabe tão perfeitamente no seu...O pó cria a ilusão, escraviza a alma e tira a ilusão.
Gostei muito!
Beijos


Enviado por Tópico
amandu
Publicado: 05/05/2009 01:48  Atualizado: 05/05/2009 01:48
Colaborador
Usuário desde: 24/03/2008
Localidade: LISBOA
Mensagens: 3648
 Re: O moedinhas
SEU POEMA RETRATA BEM O ESTILO SEU A QUE NOS HABITOU COMO CRÓNICA DE FÁCIL LEITURA MAS CONSCIENTE DE TUDO EM ALGUNS SEUS RELATOS.
É UMA PENA NA VERDADE A SITUAÇÃO NO MUNDO. A DEPENDÊNCIA NÃO É ANTES UMA LAVAGEM CEREBRAL É ANTES UM ESQUEMA DE FRUSTAÇÃO.
ABRAÇO.
AMANDU


Enviado por Tópico
profeta
Publicado: 05/05/2009 13:57  Atualizado: 05/05/2009 13:57
Muito Participativo
Usuário desde: 17/09/2008
Localidade: Monte da Ribeirinha
Mensagens: 79
 Re: O moedinhas
Retrato em carne viva de tantos bonés vermelhos já velhos e sem memória,que encobrem os restos dos meninos que já foram os mais queridos da sua mãe...
Uma tristeza desmedida desse pó que serve de repasto aos verdadeiros abutres, provavelmente em permanentes férias de sonho nos penhascos paradisíacos dos seus desertos de merda...

"PORQUE ENSINAM A NADAR
PEIXINHOS FORA DO MAR?!?..."

Com a boca do sentimento à flor da pele...e de beleza rara por mais que triste, este retrato que me perturba, é atento e revela uma flor...


Enviado por Tópico
luisalpsimoes
Publicado: 06/05/2009 14:03  Atualizado: 06/05/2009 14:03
Colaborador
Usuário desde: 02/03/2009
Localidade: Ansião
Mensagens: 591
 Re: O moedinhas
Célia, no nosso quotidiano, infelizmente existe este cenário, tão bem descrito por si. Sim tem razão, ás vezes será para comer, ou para dar de comar, mas a maior parte das vezes é em desespero.
Falta de emprego, falta de família, falta de amor.

Beijinhos


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/05/2009 02:41  Atualizado: 07/05/2009 02:46
 Re: O moedinhas
Aqui te deixo os parabéns pelo poema brilhante e pelo Aniversário! Feliz aniversário Célia!
Beijo azul

Open in new window




Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/05/2009 18:07  Atualizado: 07/05/2009 18:07
 Re: O moedinhas
Open in new window


BEIJINHOS E FELICIDADES


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 08/05/2009 19:01  Atualizado: 08/05/2009 19:01
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11191
 Re: O moedinhas
Celinha,
Emocionante!
A tua sensibilidade é enorme.
És uma alma que passa pela vida e repara nela, retratas muito bem a sociedade em que vivemos, sempre com muito cuidado e atenção.
Beijinhos na alma
Open in new window