Poemas -> Desilusão : 

VOAR SEM ASAS

 
Tags:  mágoa  
 
Caminho por entre a multidão
Invisível como um fantasma
Cabisbaixo pela mágoa
Não quero que reparem em mim
Deixo-me levar pelo esquecimento
Que o meu grito seja o silêncio
E o meu toque vazio
Não quero que me olhem
Não quero que reparem em mim
Quero que o tempo se esvaia
Que tudo seja solidão
Assim é o meu castigo
Por tentar vencer a tristeza
Assim é a minha prisão
Por tentar voar sem asas
Num céu feito de amarguras


“Para amar o abismo é preciso ter asas…”

 
Autor
Transcendente
 
Texto
Data
Leituras
4155
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/05/2009 01:22  Atualizado: 14/05/2009 01:22
 Re: VOAR SEM ASAS
Num vôo sem asas
nos causam quedas
que fazem feridas
que não saram

queima dói sangra
paga-se muito caro
por amar o abismo
e não ter asas!

te entendo poeta!
bjo

Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 19/05/2009 19:00  Atualizado: 19/05/2009 19:00
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3024
 Re: VOAR SEM ASAS
Caro poeta...
Se tu dizes o que sentes... Meu Deus!!
Estás condenado numa dura sentença.
Profundo e real.