https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Tempo perdido

 
Tags:  tempo    silêncio    sentir    sentido    rumo    tortura  
 
Tempo perdido

Na paz contemplo as estrelas
De uma noite fechada, opaca
Mergulho na escuridão dos lamentos
Que sinto sem pensar
Que penso sem sentir

Murmuro que o dia virá
Em fios de luz e calor
E o tecto desaba sobre mim
Num peso de tortura e silêncio
Que não domino…

Tristes fios de tinta pensantes
Que se escapam assim
Neste rumo sem sentido
Neste tempo perdido

Como custa a escapar-se, o tempo
Como custa viver em silêncio
Como custa o fardo imenso
De não soltar a voz deste sentimento


Callisto


Callisto

 
Autor
Callisto
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3298
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
35 pontos
19
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 19/06/2009 03:00  Atualizado: 19/06/2009 03:00
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2221
 Re: Tempo perdido
Muito bonito este poema.

Acredito, é que embora agora seja um tempo perdido, mais tarde será quanto mais não seja um aprendizado.

Um beijo




Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 19/06/2009 09:51  Atualizado: 19/06/2009 09:51
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Tempo perdido
O tempo nunca é perdido quando exisste paz para contemplar as estrelas.
Nostálgico e penetrante.
Abraçooo de Boas Vindas!
Abíl!o


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/06/2009 12:39  Atualizado: 19/06/2009 12:39
 Re: Tempo perdido
Bonito o seu poema, muito bem escrito e, com uma virtude maravilhosa que é a de nos fazer refletir sobre certos sentimentos.

"Como custa viver em silêncio
Como custa o fardo imenso
De não soltar a voz deste sentimento"

Abraços pra ti.


Enviado por Tópico
zzipperr
Publicado: 20/06/2009 01:33  Atualizado: 20/06/2009 01:33
Da casa!
Usuário desde: 24/04/2009
Localidade:
Mensagens: 304
 Re: Tempo perdido
Pensando...pensando Callisto...Será que o tempo foi perdido...Se um grande poeta diz é melhor pensar de novo...muito lindo seu texto...


Enviado por Tópico
FátimaAbreu
Publicado: 20/06/2009 20:01  Atualizado: 20/06/2009 20:01
Colaborador
Usuário desde: 11/06/2008
Localidade: Maricá, RJ
Mensagens: 2395
 Re: Tempo perdido
Olá Callisto, deve ter escolhido esse pseudônimo, por gostar de mitologia, certo? Eu adoro, mitologia grega, principalmente...
Mas venho para te conhecer, já que visitou meu perfil...
E gostei muito do que li! Muito bonito, e sentido, teu poema! PARABÉNS!
Um grande beijo, e seja bem vinda sempre!


Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 20/06/2009 22:02  Atualizado: 20/06/2009 22:02
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3404
 Re: Tempo perdido
Um poema e tanto como estreia, Callisto! Sentimento à flor das palavras bem escolhidas, cadência certa, profundidade... está tudo lá! Benvindos os que amam as palavras!
Beijo.


Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 24/06/2009 00:47  Atualizado: 24/06/2009 00:47
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: Tempo perdido
Solta essa voz,poeta!Benvinda!


Enviado por Tópico
Caopoeta
Publicado: 27/07/2009 00:10  Atualizado: 27/07/2009 00:10
Colaborador
Usuário desde: 12/07/2007
Localidade:
Mensagens: 2027
 Re: Tempo perdido
..ha um mistério para as palavras que queremos ouvir, brotam assim as torturas e as dores se nao as podemos dizer.mas tambem nao existe relogio para o tempo que passou...apenas uma infima recordaçao do que deixamos de sentir.
e como é bom este silencio.


abraço

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 31/07/2009 21:08  Atualizado: 31/07/2009 21:08
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3404
 Re: Tempo perdido
Magnífico poema!... às vezes o peso do silêncio é só fantasma duma noite sem luar... o dia virá, se lhe dermos tempo.

Beijo

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/08/2010 12:00  Atualizado: 03/08/2010 12:01
 Re: Tempo perdido p/ callisto
O tempo nunca se perde minha querida. Toma outras formas e traz-nos sabedoria.

Como custa a escapar-se, o tempo
Como custa viver em silêncio
Como custa o fardo imenso
De não soltar a voz deste sentimento

Por uma vez no silencio o grito será ouvido e ecoará no tempo.


Beijo Azul

Tia