https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Luz de meia vela

 
Tags:  amor    saudade    solidão    desilusão    ilusão    sofrimento  
 

Luz de meia vela

O som do violino me encanta
O tom do egoísmo me profana
O som do absurdo é mudo
Que me faz surdo como sou.

Candelabro de três velas
Quebrado entre a luz e as trevas
Destas três...
Tremulas insensatez
Meu ego se multiplicou
Meu gênero me duvidou;
Tudo por causa
Do maldito som do violino
As dores que esta vida
Me causou;
O santuário na boca destas santas
Perdoai estas minhas mãos
Perdoai quem nunca pecou.

Virgens as luzes destas velas
A quais duas já se apagou
Sou feliz a luz de meia vela
Talvez fosse mais
Se fosse a luz das trevas.




Marcelo Henrique Zacarelli

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Abril de 2006, no dia 16.
São Paulo (SP).

 
Autor
Marcelo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
709
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 14/09/2009 23:51  Atualizado: 14/09/2009 23:51
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Joinville - SC
Mensagens: 3411
 Re: Luz de meia vela
Olá Marcelo,

Tua poesia esta exprimindo desencanto com a vida,
mas enquanto existir a luz sempre existirá a esperança!

Abraço

Fhatima