https://www.poetris.com/

 
« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 32 »
Offline
Amora
Adverso
Às seis da tarde o coração perdoa, Alvo do medo de horas mais frias; Cede o tesouro que guardou -...
Enviado por Amora
em 16/10/2011 01:02:23
Offline
Amora
ponto e vírgula
flores na conta d’água atrasadas meus pés sem freio dentro dos sapatos - conta-se que andaram...
Enviado por Amora
em 15/10/2011 03:40:11
Offline
Amora
De quinta
Dá dos teus extremos à duração do momento, que em cinzas convertes os fracos e seus perfumes. M...
Enviado por Amora
em 13/10/2011 02:03:03
Offline
Amora
primavera
teu hálito de sândalo em letras úmidas na cervical. a poesia dos teus beijos d e r r a m a d a ...
Enviado por Amora
em 22/09/2011 01:25:59
Offline
Amora
Antepasto
Semana passada, numa noite amena de pronto socorro, em debate inútil cujo tema era uma prova sem ...
Enviado por Amora
em 24/08/2011 01:03:12
Offline
Amora
Água de doer
Não nasceu um dia sequer sem que eu te fizesse - Pedra, Capim, Sertão insone, Água de doer - u...
Enviado por Amora
em 11/08/2011 05:05:04
Offline
Amora
jardim de inverno
um querer que se biparte em ousadia e silêncio; a primeira lágrima iluminando a carne da terra...
Enviado por Amora
em 27/07/2011 04:53:58
Offline
Amora
Contíguos
Toma-me, a mim, como se eu fosse de éter; vê no amor a certeza apenas de uma sensação. Sente a...
Enviado por Amora
em 16/07/2011 01:35:10
Offline
Amora
Memorial
De que pegadas fala a areia agora que o vento se aproxima doce, dissimulado, eretor de saias? Qu...
Enviado por Amora
em 26/06/2011 01:33:38
Offline
Amora
Sol de Inverno
Aqui dentro um sol de inverno assim branco, assim meigo, assim simples. Aqui o estilo novo do fr...
Enviado por Amora
em 21/05/2011 02:10:37
Offline
Amora
Plenitude
Estar contido e conter, não ser um par de parênteses vazio. Ter mãos e lábios e dizê-los. Dormir ...
Enviado por Amora
em 15/05/2011 01:18:25
Offline
Amora
Derivação
Se a dor desse amor vier te espinhar os dias, faz como eu quando acordava sem ti: engole o choro ...
Enviado por Amora
em 14/05/2011 03:22:38
Offline
Amora
Transitório itinerário
Seis da tarde e o amor se deixa ir, julgando-se consumado - como o dia se julga diante do ocaso. ...
Enviado por Amora
em 29/04/2011 18:53:52
Offline
Amora
Pulso
meu corpo só, estendido na maciez do ócio e os minutos em procissão; vagos, vadios, à mercê do ...
Enviado por Amora
em 12/04/2011 23:20:28
Offline
Amora
Modus Operandi (4)
Conto comigo entre os que se perdem nos labirintos que as palavras deixam quando passam, quando f...
Enviado por Amora
em 31/03/2011 02:20:20
Offline
Amora
Café com Rebu
No momento sou apenas esse perfume consumindo o oxigênio dos teus olhos; apenas essa boca insone...
Enviado por Amora
em 29/03/2011 16:43:42
Offline
Amora
Guarda-te de mim...
... pois que minhas palavras podem carregar espinhos, sob suas vestes douradas; ouve-as com a mes...
Enviado por Amora
em 24/03/2011 23:27:36
Offline
Amora
Vida
Minha vida que me passa Não te posso ter por inteiro, É desilusão que me abraça. Tenho em mim co...
Enviado por Amora
em 21/03/2011 22:59:05
Offline
Amora
Francesinha
Uma parte de ti faz de mim território e vem, inverno, passar. Outra parte, sem propósito, crava o...
Enviado por Amora
em 19/03/2011 02:47:50
Offline
Amora
Paisagem fátua
O sol alaranjando o fim da tarde, última roupa que o dia veste antes de ir. Pensamentos de cera,...
Enviado por Amora
em 17/03/2011 21:36:52
« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 32 »