https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 6 »
Textos deste autor
Offline
Sterea
Por ti, poema...
Guardei-te das palavras, as mais belas, Dos risos d’água fresca, os mais cantantes, Dos brilhos,...
Enviado por Sterea
em 16/11/2017 11:30:29
Textos deste autor
Offline
Sterea
Pontinhos de luz
...e pousam em súbitas clareiras todas as cores que me voam no olhar. É remanso mais que tudo a...
Enviado por Sterea
em 06/11/2016 17:42:13
Textos deste autor
Offline
Sterea
Senhora Saudade
Senhora Saudade, que te faz voltar? O minguar dos dias? Lenha a crepitar? Senhora Saudade, que...
Enviado por Sterea
em 23/10/2016 11:47:30
Textos deste autor
Offline
Sterea
As tuas mãos, minha filha
...as tuas mãozinhas miúdas tocando-me ao de leve a dor os teus dedinhos de luz ajeitando-me os...
Enviado por Sterea
em 27/09/2016 01:04:28
Textos deste autor
Offline
Sterea
Chuva de luz
Acima de mim há um céu tão definido um olhar, um apelo um brilho que cai sobre os meus cabelos u...
Enviado por Sterea
em 07/09/2016 13:27:24
Textos deste autor
Offline
Sterea
Poema para dizer que te tenho (dentro de mim)
imagino-te em todos os lugares dentro do mundo por aí vivendo fora de mim o mesmo segundo. imag...
Enviado por Sterea
em 09/07/2016 13:57:32
Textos deste autor
Offline
Sterea
Arrebol
Há tanto tempo o céu deixou de ser azul simples quando eu o penso Teu ao tempo que as águas ...
Enviado por Sterea
em 15/04/2016 02:33:18
Textos deste autor
Offline
Sterea
Através
corto o silêncio como a vidro humedecido doce, doce a lágrima sabe a séculos de ternura não fa...
Enviado por Sterea
em 12/11/2015 21:10:09
Textos deste autor
Offline
Sterea
Flores de silêncio
Flores de silêncio Trago nas minhas mãos flores que não sabem de milagres nem pão - apenas q...
Enviado por Sterea
em 12/02/2015 15:05:26
Textos deste autor
Offline
Sterea
TRINDADE
Não me peçam para partir em dois o amor que multipliquei por três: duas contas beijos meus...
Enviado por Sterea
em 07/01/2015 16:42:27
Textos deste autor
Offline
Sterea
entre mãos
e esse olhar, vindo da altura onde todos os olhares atingem o céu, ergueu-se para mim em serena ...
Enviado por Sterea
em 13/12/2014 18:05:24
Textos deste autor
Offline
Sterea
'Era hoje, oito de Dezembro'
Era hoje. Seria hoje, o dia de nos repetirmos mãe e filha, dentro de um momento e de um olha...
Enviado por Sterea
em 08/12/2014 01:27:10
Textos deste autor
Offline
Sterea
Nenúfares
O céu é feito de águas fundas, meu pequenino amor. Nele repousam os milagres, os momentos e os...
Enviado por Sterea
em 21/10/2014 14:05:04
Textos deste autor
Offline
Sterea
Sabes, meu amor,
já sei por que partiste. A vida é longa demais... longa demais para se ser anjo, larga demais p...
Enviado por Sterea
em 11/05/2014 14:34:17
Textos deste autor
Offline
Sterea
inacabado
há rosas que me perfumam os pincéis quando pinto os teus olhos são círios esvoaçantes andorinh...
Enviado por Sterea
em 22/04/2013 09:24:51
Textos deste autor
Offline
Sterea
(mãe)
Colo com amor: três terços da unidade que me perfaz mãe
Enviado por Sterea
em 11/01/2013 11:22:43
Textos deste autor
Offline
Sterea
Pueril
(misturo os símbolos em prece original) ... Meu Menino Jesus, eu sei, no céu é sempre Natal, mas ...
Enviado por Sterea
em 23/12/2012 13:33:12
Textos deste autor
Offline
Sterea
Mistérios de Natal*
FELIZ NATAL! * * * * * *+* *+ *republicado - já nem me lembrava deste poema, acho que não m...
Enviado por Sterea
em 23/12/2012 11:18:36
Textos deste autor
Offline
Sterea
meu amor
dizias-me nos olhos, num beijo de lábios em botão: "goto munti ti". e os teus braços, c...
Enviado por Sterea
em 18/12/2012 20:27:10
Textos deste autor
Offline
Sterea
Cartão de Natal simples*
Nas bermas de mim ainda se colhem prelúdios vermelhos, frutos secos, rosas de anos antigos, cáli...
Enviado por Sterea
em 14/12/2012 12:21:46
(1) 2 3 4 ... 6 »