https://www.poetris.com/
Júlio Saraiva : AS POMBAS E A CATEDRAL
em 11/04/2015 02:15:58 (1697 leituras)
Júlio Saraiva

as pombas da praça da sé falam
um silêncio alto mas só as pedras
da catedral conseguem ouvir

as pedras da catedral da sé relembram
para as pombas histórias de um tempo
nublado que trazem vivas na memória

ao anoitecer as pombas da praça da sé
ficam tristes como as mulheres que perderam
o paradeiro de seus maridos e filhos

as pedras da catedral da sé consolam as pombas
recitando trechos de missas antigas
as pombas respondem amém choram um pouco
e vão dormir enquanto a catedral permanece
acordada em sua eterna vigília



* http://currupiao.blogspot.com.br/


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Caio
Publicado: 14/04/2015 14:56  Atualizado: 14/04/2015 14:56
Colaborador
Usuário desde: 29/09/2011
Localidade: Olinda, Pernambuco
Mensagens: 1148
 Re: AS POMBAS E A CATEDRAL
helen, cabe dizer que fico muito grato pelas contínuas postagens de poemas do júlio aqui no luso. é algo bem bacana a se fazer por um que tanto abrilhantou as páginas deste lugar.

beijo

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 15/04/2015 01:54  Atualizado: 15/04/2015 01:54
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2092
 Re: AS POMBAS E A CATEDRAL
Sentimos saudades da presença dele, então, que seja nossa forma de homenageá-lo sempre.

Afeto.

H.

Enviado por Tópico
Manu_C.
Publicado: 13/05/2015 20:38  Atualizado: 13/05/2015 20:38
Colaborador
Usuário desde: 22/12/2011
Localidade: Itália, Milano
Mensagens: 572
 Re: AS POMBAS E A CATEDRAL
Deixo aqui a minha homenagem (pouca) para o grande poeta Júlio Saraiva: a minha versão para italiano desse emocionante poema


I colombi e la cattedrale

i colombi della piazza vescovile parlano
un silenzio alto ma solo le pietre
della cattedrale riescono a sentirli

le pietre della cattedrale rammentano
per i colombi storie di un tempo
nebuloso che tengono vivo nella memoria

all’imbrunire i colombi della piazza vescovile
si fanno tristi come le donne che non hanno
più notizie del marito e dei figli

le pietre della cattedrale consolano i colombi
recitando litanie di messe antiche
i colombi rispondono amen piangono un po’
e vanno a dormire mentre la cattedrale rimane
desta nella sua eterna veglia

Links patrocinados

Visite também...