http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3048
 
Poemas -> Amor : 

RECONCILIAÇÃO

 
<br />


Tudo foi assim, tão de repente...
E houve este desentendimento.
Brigamos, amor, infelizmente.
E nos sobrou o arrependimento...

Quando eu vi suas lágrimas rolar,
Doeu em mim tão profundamente,
Que também me peguei a chorar,
Por ve-la , amor assim descontente.

Não tardou para que eu novamente,
Fosse ao teu encontro e humildemente,
Implorasse meu amor, o teu perdão.

E voce não demonstrou-se indiferente.
Perdoou-me e mais do que contente,
Beijou-me e aceitou nossa reconciliação.

Escrito por elciomoraes

 
Autor
elcio josé de moraes
 
Texto
Data
Leituras
37604
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...