https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A cada ciclo da lua

 
Deste sangue que me escorre da alma,
desta dor que se enlaça à carne,
provocando-a,
devorando-a…
Fica um segmento de vida
pendurado num tempo que jamais retorna.


Palpita-me que o pensamento fugiu
à vontade de ficar.
Que as cordas
que tocam a voz aposentaram-se
cansadas de gemidos silenciosos
e de gritos que se recolheram
à chegada da dor.


Para que não deixe o corpo morrer
injecto-me de palavras
que me enchem o peito de ar
e brilho nos olhos.
Só o oxigénio de um poema me faz renascer.
Só o chão feito de roldanas aguçadas
faz mover as frases compostas de esperança,
não esmorecendo o sorriso.


Por vezes também vens, atenuando-me a dor
ao embriagar-me os sentidos.


Vou rasgando devagar o tempo.
Vou alimentando aos poucos
o futuro que já se adivinhou,
tentando me convencer que o sol vai lá estar,
mesmo em céu encoberto e frio.


Cego-me sempre,
ao nascerem-me lágrimas rosadas, a cada ciclo da lua.
 
Autor
vandapaz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3647
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
8
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 12/10/2009 13:16  Atualizado: 12/10/2009 13:16
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 2699
 Re: A cada ciclo da lua
a cada ciclo que voltas...cegam-me o halo dos teus versos.

beijo

Enviado por Tópico
poesiadeneno
Publicado: 12/10/2009 14:12  Atualizado: 12/10/2009 14:12
Colaborador
Usuário desde: 27/06/2009
Localidade:
Mensagens: 1407
 Re: A cada ciclo da lua
vandapaz,

Injectei-me com a significado das tuas palavras, e o meu estado de alma embriagou-me os sentidos.
Apreciei.


Beijos

Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 12/10/2009 18:29  Atualizado: 12/10/2009 18:29
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: A cada ciclo da lua
...brindemos pois a esse ciclo vital da poesia, com ou sem lágrimas rosadas... Gostei muito

beijinho Vanda
arfemo

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 12/10/2009 19:00  Atualizado: 12/10/2009 19:00
Luso de Ouro
Usuário desde: 07/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4590
 Re: A cada ciclo da lua
A noite poetisa...por vezes é longa demais, quando a dor nos transpassa a mente, mas esqueces-te que o dia é mais longo que a noite e ai a dor pode ser menor na luz do sol, no colorido das cores...

Poema sentido, senti-o assim, belo na sua tristeza.

Jinhos
Tudo de bom para ti

Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 12/10/2009 21:32  Atualizado: 12/10/2009 21:32
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2371
 Re: A cada ciclo da lua
Um poema para dar na veia, uma dor para garrote, um sol servido numa taça de luares.

Muito bom.

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 06/11/2009 22:09  Atualizado: 06/11/2009 22:09
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11191
 Re: A cada ciclo da lua
Vandinha,
Este teu poema é uma delícia.
Beijinhos querida
Nanda

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 31/12/2009 15:19  Atualizado: 31/12/2009 15:20
Luso de Ouro
Usuário desde: 07/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4590
 Re: A cada ciclo da lua
A cada ciclo da lua renascem as esperanças...

Gostei de te reler neste teu belo poema poetisa

Que o ano de 2010 seja repleto de coisas boas que te abraçem num abraço muito apertado e aconchegante. Sê feliz Vanda paz

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/03/2011 02:13  Atualizado: 16/03/2011 02:13
 Re: A cada ciclo da lua
juro parecia um louco com as mãos na cara apenas de espanto FABULOSO INCRIVELMENTE FABULOSO sinceramente e a primeira vez que leio algo seu e estou totalmente rendido mal posso esperar para ler mais