https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Volúpia

 
Vesti-me de vermelho para me despir
No teu olhar, rios de prazer
Que pulsam nas veias entre o teu fogo…

Pelo teu corpo vagueio
Como uma chama por entre feno…

Na rubra cor dos lábios
Bebi aromas sem fim…
Em ti colori o prazer da paixão…

Vesti-me de escarlate na espessura do sol
Num fim de dia, no cume da lua
Incêndio mudo
…Rastilho flamejante,
Gotas suadas
Derramadas na seiva ardente,
Onde os corpos se cobrem de amor…


Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1065
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
12
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AjAraujo
Publicado: 14/10/2009 20:03  Atualizado: 14/10/2009 20:03
Colaborador
Usuário desde: 20/09/2009
Localidade:
Mensagens: 2062
 Re: Volúpia
Como sempre, Ana, um poema irresistível... gotas suadas derramadas na seiva ardente... como um vulcão que entra em erupção subitamente.
Parabéns.
AjAraújo.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 14/10/2009 20:13  Atualizado: 14/10/2009 20:13
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Volúpia
Vesti-me de vermelho para me despir.


Vermelho é a cor do AMOR, do sangue que corre em nós.
Duns lábios sensuais
Do Sol nos dias que abrasa de vida a Terra
Da larva dum vulcão
e da paixão que não abranda.

Tudo no teu poema é Amor.

Beijinho Aninha

rosa

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 14/10/2009 21:10  Atualizado: 14/10/2009 21:10
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15161
 Re: Volúpia
Texto gostoso, macio e ardente. Adorei o figurino. Afinal vestir-se de escarlate na espessura do sol, num fim de dia, no cume da lua é privilégio para poucos. Parabéns!

Enviado por Tópico
OlemaCorreia
Publicado: 14/10/2009 21:24  Atualizado: 14/10/2009 21:24
Da casa!
Usuário desde: 14/03/2009
Localidade:
Mensagens: 278
 Re: Volúpia
Ana
Poema quente a exaltar um amor que às vezes queima.Gosto de a ler.
Um beijo
Olema

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/10/2009 21:39  Atualizado: 14/10/2009 21:39
 Re: Volúpia
AnaCoelho,
parabéns pelas imagens que escolheste, pintam com belezaa intensa o sentir do poema.
Beijinho.

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 14/10/2009 23:13  Atualizado: 14/10/2009 23:13
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: Volúpia
Poema ardente de amor e paixão
de vermelho vestido...
cor do sangue que pulula
em nosso coração...

Adorei
Beijos
Antonieta

Enviado por Tópico
poesiadeneno
Publicado: 15/10/2009 00:02  Atualizado: 15/10/2009 00:02
Colaborador
Usuário desde: 27/06/2009
Localidade:
Mensagens: 1407
 Re: Volúpia
Ana,

Um poema sensualmente,belo.





Bj

Enviado por Tópico
José-Rudá
Publicado: 15/10/2009 20:23  Atualizado: 15/10/2009 20:23
Da casa!
Usuário desde: 04/01/2009
Localidade: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Mensagens: 262
 Re: Volúpia
Voluptuosamente lindo.

Parabéns, Ana!

Abraço,

Rudá

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/10/2009 23:05  Atualizado: 15/10/2009 23:05
 Re: Volúpia
Ana, te trouxe uma flor!
Open in new window

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 16/10/2009 04:27  Atualizado: 16/10/2009 04:27
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Volúpia
E o vermelho esquenta esse poema! Parabéns!
Bjs

Enviado por Tópico
salomé
Publicado: 16/10/2009 09:41  Atualizado: 16/10/2009 09:41
Da casa!
Usuário desde: 25/01/2008
Localidade:
Mensagens: 409
 Re: Volúpia
Vemelho, sabor de amor, de paixão, em corpos que se entregam num só coração.Ai o amor...

Beijo

Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 16/10/2009 14:38  Atualizado: 16/10/2009 14:38
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2695
 Re: Volúpia
Para início de um fim de fim de semana, nada como exalar este perfume quente....

Bjs

Matilde D'Ônix