https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O TEMPO, Cibele... (rep.)

 



Indulgente o tempo se recria, misterioso

e sagaz, furtivo à mutante luz do dia

ou aos inesperados requebros das marés,

na cadência volátil dos sentidos.


Muitos foram os instrumentos inventados,

da vetusta ampulheta ao relógio de quartzo,

mas é – Cibele – a tua pele suave e delicada,

a mais fiável medida de ternura.



arfemo

 
Autor
arfemo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1055
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
46 pontos
30
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 16/10/2009 20:38  Atualizado: 16/10/2009 20:38
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5591
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Dizer da temática do tempo, ah, das que mais gosto Arlindo...
Dizer desta forma, tão terna, é belo demais.
Ahh, Cibele
é pela tua pele...
Parabéns amigo.
Forte abraço
Edilson


Enviado por Tópico
fogomaduro
Publicado: 16/10/2009 21:28  Atualizado: 16/10/2009 21:28
Colaborador
Usuário desde: 06/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1478
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Do tempo, da "espessura do tempo", surde uma ampulheta de ternura: belo poema.

DM


Enviado por Tópico
luciusantonius
Publicado: 16/10/2009 21:33  Atualizado: 16/10/2009 21:33
Colaborador
Usuário desde: 01/09/2008
Localidade:
Mensagens: 670
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Disse há oito dias num aniversário que se fosse poeta cantava o tempo. E disse-o porque o tempo é tema que me fascina. Associá-lo à ternura é impregná-lo da alma que o enriquece. Isso é o que fez magistralmente este poema.
O meu abraço de muito apreço
Antonius


Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 16/10/2009 22:21  Atualizado: 16/10/2009 22:21
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2695
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Na suavidade das marés encontramos um tempo só nosso.
Quebrá-lo nas distâncias e apanhá-lo na suavidade clara de um sol latente e delicado.

Cibele, musa de encantos de outros tempos


Bjs


Matilde D'ônix


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 16/10/2009 22:27  Atualizado: 16/10/2009 22:27
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Do tempo, Arlindo,
vem a experiência e a ousadia
saudável de recriar mais um
belo poema
Gostei muito, meu amigo
Grande abraço
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 16/10/2009 22:38  Atualizado: 16/10/2009 22:38
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Neste tempo sem tempo, em que vivemos
é muito bom existir um/a Cibele junto de nós.

Adorei o seu poema

Antonieta


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 16/10/2009 23:20  Atualizado: 16/10/2009 23:20
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15103
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Palavras doces e suaves; Sábias e macias; Faço-te reverências! Abraços queridos!


Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 17/10/2009 00:27  Atualizado: 17/10/2009 00:27
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
COMO NO COMEÇO, cABO DA ESPERANÇA,belissimos textos, que se tivesse tempo, voltaria a reler.Caro amigo, e envolvente o que escreve, tem em mim um fã que te admira muito, viu?


Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 17/10/2009 00:41  Atualizado: 17/10/2009 00:41
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2171
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.) p/ arfemo
A semelhança dentro de duas respectivas totalidades, o amor e o meio continuo e indefinido que nos abraça. Outra perola sua poeta. Beijocarinho,Lu


Enviado por Tópico
poesiadeneno
Publicado: 17/10/2009 10:15  Atualizado: 17/10/2009 10:15
Colaborador
Usuário desde: 27/06/2009
Localidade:
Mensagens: 1407
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Arfemo,

Uma temática,que se recria com a minúcia de um relógio suíço.
Grato pela partilha.




Abraço


Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 17/10/2009 16:02  Atualizado: 17/10/2009 16:02
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 2699
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
como é bom sentir a paragem do tempo pelos ponteiros da ternura...


beijo


Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 17/10/2009 19:26  Atualizado: 17/10/2009 19:26
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
"a mais fiável medida de ternura"

fechaste com chave de ouro

muito bonito

beijo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/10/2009 22:50  Atualizado: 17/10/2009 22:50
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Fantástico!
parabéns poeta!
beijos meus!


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 18/10/2009 23:22  Atualizado: 18/10/2009 23:22
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Como é bom terminar o domingo lendo uma ternura na
pele de um poema. Lindo digo de passagem. Obrigada. bj


Enviado por Tópico
ROMMA
Publicado: 20/10/2009 00:24  Atualizado: 20/10/2009 00:24
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade:
Mensagens: 2462
 Re: O TEMPO, Cibele... (rep.)
Se fosse poeta, queria ser raínha da noite
:)) possuídora dos belos mitérios e ter Atis como Deus Lunar e embora apreciasse ver homens de cabelos muito longos, nunca iria gostar de vê-los trajados de mulheres!

"inesperados requebros das marés"
Beijinhos Arfemo