https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Na conFUSÃO

 
Na conFUSÃO

Na minha escola ainda por fundir
Fundidos nos sentíamos às vezes
Imaginando todos os revezes
De tudo que estaria para vir

Que vontade de à fusão resistir
Sentida todos os dias e meses
Numa batalha de prender as fezes
E de noite perturbar o dormir

Stress que nos deixou extenuados
Cansados tristes e desiludidos
Pela forma como fomos tratados

E porque pelo ME fomos esquecidos
Resta sermos docentes resignados
Docentes sensatos e bem fu(n)didos

NB: A fusão da Escola Secúndária de Ponte da Barca com a Escola Básica Diogo Bernardes da mesma vila, foi uma fusão que nos deixou fundidos... mas não confundidos. Da conFUSÃO surgiu este soneto.




 
Autor
lucibei
Autor
 
Texto
Data
Leituras
574
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 26/06/2007 10:40  Atualizado: 26/06/2007 10:40
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: Na conFUSÃO p/ Lucibei
A poesia pode ter esta vertente: Denúncia.


Bjs amiga

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 26/06/2007 10:53  Atualizado: 26/06/2007 10:53
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Na conFUSÃO
Gostei do soneto, em forma de dunúncia... Afinal a poesia também serve para isso!

Beijinhos