https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Amo a vida e o desdém...

 
Amo a vida e o desdém...
A eterna ignorância
que me leva a viver,
a amar o mais pérfido ser,
sem o Ser...

Viver a desventura
da noite,
dheburas municipis...

Quase morto
este dia,
em que noite recebo,
às portas do dia...

Francisco Canelas de Melo


"O acto de escrever
cresce com a necessidade de viver"

Muhammad Rashid

 
Autor
Francisco_Canelas
 
Texto
Data
Leituras
892
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 27/06/2007 21:44  Atualizado: 27/06/2007 21:44
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Amo a vida e o desdém...
"Quase morto
este dia,
em que noite recebo
às portas do dia..."

Lindíssimo!

Gostei imenso, mesmo.

Um beijo


Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 27/06/2007 21:48  Atualizado: 27/06/2007 21:48
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Amo a vida e o desdém...
Muito bem trabalhado. O poema é de um estilo rico e apelativo à leitura. Gostei.

Valdevinoxis