https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

SAÚDE PÚBLICA

 
A indignação extrapola as fonteiras
Da permisividade humana oculta!
Choram mulheres, homens, crianças!
Morrem à míngua com lágrimas nos olhos
Filhos do descaso e da pobreza...
Perambulam por hospitais, postos e curandeiras
No desespero da impotência
Em busca de socorro que não encontram...
Apenas frieza diante da inconformidade,
Miseráveis que s'esquecem
Da lei que rege a humanidade de sempre
Que o que é dado pra si retorna
Da forma que mais lhe dói a consciência.

Open in new window


O homem justo cresce e se desenvolve ético por opção, não por coersão.


Mônicka Christi


 
Autor
Mônickachristi
 
Texto
Data
Leituras
15783
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
10
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
cirodiverbena
Publicado: 22/11/2009 16:16  Atualizado: 22/11/2009 16:16
Da casa!
Usuário desde: 11/07/2008
Localidade: Votorantim - SP
Mensagens: 223
 Re: SAÚDE PÚBLICA
Concordo com vc. minha querida, infelizmente é bem isso o que está acontecendo com nossa combalida "Saúde Pública"...Bjs. Josias


Enviado por Tópico
Moura365
Publicado: 22/11/2009 16:42  Atualizado: 22/11/2009 16:42
Colaborador
Usuário desde: 23/10/2009
Localidade: Rio tinto-Porto
Mensagens: 2284
 Re: SAÚDE PÚBLICA
Infelizmente é uma triste realidade. A nós, compete-nos denunciar estas lamentáveis situações.

Parabéns, por este texto.

Beijinhos

Gil


http://nos-as-palavras.blogspot.com/


Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 22/11/2009 17:17  Atualizado: 22/11/2009 17:19
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2673
 Re: SAÚDE PÚBLICA
Eu pago aproximadamente R$ 6.000 por ano de Plano de saúde para duas pessoas e, mesmo assim não posso repetir os exames mais caros durante o mesmo ano. Imagine quem nada paga, que é a grande maioria? Quando foi para aprovar uma taxa de o,01% sobre os valores da movimentação financeira para ajudar a saúde prevaleceu a demagogia e ninguém quis aprovar. No governo anterior a CPMF era de 0,38% e mesmo assaim havia dificuldades, para cobrir as depesas da saúde. Agora não adianta chorar!

abraços


Enviado por Tópico
Hisalena
Publicado: 22/11/2009 19:21  Atualizado: 22/11/2009 19:21
Colaborador
Usuário desde: 30/09/2007
Localidade: Leiria
Mensagens: 758
 Re: SAÚDE PÚBLICA
Um poema fote, sobre uma infeliz realidade.
Hoje em dia a saúde é quase como uma coisa de ricos, quem paga pode, quem não pode aguenta.
Obrigada pela forma intensa como lançou este grito de alerta.


Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 22/11/2009 22:25  Atualizado: 22/11/2009 22:25
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: SAÚDE PÚBLICA
Gostei desta sua visão social em poema forte, de uma realidade que conheço mal, mas que advinho pelas orientações traçadas a nível mundial

beijo
arfemo