https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

MEU GATO

 
Tags:  amigo    belo    inocente    acaso    carente    carinhoso  
 
Como tudo em vida, me é reservado,
Encontra-lo na noite, não foi por acaso!
Buscava um amigo que seria amado,
No pensamento era o desejo ja em atraso!

Uma vida ao meu lado, bem cuidada!
Como graça de criança, inocente.
Companhia para o cotidiano que faltava,
Animal abandonado de jeito carente!

Felino belo, dócil e felpudo...
Faminto, faz sempre um barulho
Que expressa de sua forma, intuitiva!

Sempre em seu canto, é preguiçoso,
Mas no colo, muito mais carinhoso.
Hoje afirmo, me é parte afetiva!

05/12/2009


Van

 
Autor
vanriz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1343
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IzauraN.Soares
Publicado: 06/12/2009 12:27  Atualizado: 06/12/2009 12:27
Da casa!
Usuário desde: 19/10/2006
Localidade: Osasco- SP
Mensagens: 322
 Re: MEU GATO
Miau! Que gato lindo, amei!
Seu poema é lindo poetisa Vanriz,
parabéns!

Beijos no core.


Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 06/12/2009 15:34  Atualizado: 06/12/2009 15:34
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2702
 Re: MEU GATO
Pelo jeito "tiraste o atraso" he...he...

Gostei

Abraços