https://www.poetris.com/
 
Textos : 

Amontoam-se os anos que passam

 
<object width="0" height="0"><param value="http://www.youtube.com/v/gIuotFZnBtk& ... PT&fs=1&&autoplay=1" name="movie"/><param value="true" name="allowFullScreen"/><param value="always" name="allowscriptaccess"/><embed allowscriptaccess="always" width="0" src="http://www.youtube.com/v/gIuotFZnBtk& ... PT&fs=1&&autoplay=1" allowfullscreen="true" height="0" type="application/x-shockwave-flash"></embed></object>
Gosto de remexer nos cacos da minha história, que guardei como relíquias de valor incalculável. Revolver o amontoado de lembranças, sentir o seu cheiro, que, por instantes, me levam ao sítio e ao tempo a que pertencem, fazendo com que reviva os melhores pedaços da minha vida passada, sem sentir grandes saudades dos que ainda não vieram. Talvez venham, talvez nem venham...
De quando em quando, dou longos passeios pelo que me resta do que a minha mente não apagou ainda. Só dou conta de mim, quando me vejo ali sentada de novo, no meu jardim de melancolias perfumadas a folhear os meus álbuns antigos, onde guardei alguns dos meus melhores momentos. A maior parte, são pertença da minha infancia. Uma infancia que me visita vezes sem conta e quase todos os dias.
Quedo-me em cada um deles e é aí que a magia acontece... num piscar de olhos, revejo-me do lado de dentro das imagens que me povoam o pensamento. Sou eu ali, como se estivesse sentada no sofá da minha sala, a assistir a uma cena de um filme. Só que, desta vez, trata-se do meu próprio filme. E não deve ser por acaso que desempenho o papel principal, ou não fosse eu a protagonista da minha própria vida!...
Neste filme antigo, cujo elenco ali se mantém bem vivo, apesar de já terem morrido uma boa parte deles; as cores já um pouco esbatidas pela minha memória, ainda realçam na perfeição as imagens onde me revejo, como se o tempo tivesse parado e eu nunca tivesse dali saído. É por isso que vos digo, que não tenho saudades do futuro...
Quanto mais me confronto com os anos passados, que se vão acumulando no sótão das minhas memórias, mais antigos se tornam os do futuro. E sendo assim, não tenho pressa de coisa nenhuma, muito menos de apressar o tempo, ansiando os melhores anos que nunca mais chegam... pois que esses, esses já passaram!
Poucos são os que dão por isso.



Open in new window


*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca

 
Autor
cleo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1053
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
16
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
amandu
Publicado: 27/12/2009 00:22  Atualizado: 27/12/2009 00:25
Colaborador
Usuário desde: 24/03/2008
Localidade: LISBOA
Mensagens: 3651
 Re: Amontoam-se os anos que passam
É UM TEXTO DE FUTURO POIS REFLECTE O MUNDO.
É DIFERENTE DE TUDO O MUNDO. POR VEZES TENHO EXEMPLO DE GRANDE AMOR E APENAS SE SORRIAM DE OUVIR E ISSO É VERDADE EM TUDO.
NEM SEMPRE É BOM SER-SE PSÍQUICA E ISSO AQUI VALEU A MINHA VINDA O QUE É DIFERENTE DE VER UM POUCO.
O AMOR FICA NA VIDA TAMBÉM E ISSO É IMPORTANTE.
ABRAÇO CLEO E SEMPRE ESTIMO DE TE VER E TENHAS BOM 2010.
AMANDU


Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 27/12/2009 00:23  Atualizado: 27/12/2009 00:23
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5591
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Olá cleo.
Temática das que mais aprecio, tratada com maestria por voce!
Abraços e parabéns!
Edilson


Enviado por Tópico
emiliocarlos
Publicado: 27/12/2009 00:24  Atualizado: 27/12/2009 00:24
Novo Membro
Usuário desde: 12/05/2008
Localidade: Açores
Mensagens: 4
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Fiz-me à vida antes do dia
e andei pelos rasgões do tempo
embrulhado no esqueleto
à revelia das horas
que escondi no riso dos ossos.
E num cipreste do destino
vou fugindo agarrado às águas
com um silêncio que não me sai dos olhos,
esgueirar-me às mandíbulas
do medo e da sombra
à procura de mais luar para a alma...


... Cleo, inexprimíveis são as horas caprichosas de imprecisões constantes, em fuga, por lugares sem fim... mas o passado foi ontem, e o futuro é além, e aí está toda a magia dos nossos dias, o que não sabemos e só depende de nós... e quando o fizermos podes ter a certeza que também será passado... e novos futuros virão!

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 27/12/2009 01:11  Atualizado: 27/12/2009 22:17
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Cleo, escrevo e tudo me desaparece, hoje está assim. Mas vou tentar dizer-te o que já tinha escrito. Adorei ler o teu escrito poético, gostei de saber que não sou apenas eu que volto atrás no tempo, isso me faz feliz, me dá alegria embora tal como dizes as cores às vezes já estão um pouco desbotadas, mas lá estão os momentos que não
voltarão a acontecer, por isso não corro, nem tenho pressa de coisa alguma. O futuro é carta fechada, que não me alegra.

Soubesse eu dizer-te o quanto gostei, se fossem minhas as palavras sobre o que sinto, seriam tal qual as tuas.

beijinho linda
da rosa

Enviado por Tópico
morethanwords
Publicado: 27/12/2009 01:40  Atualizado: 27/12/2009 01:59
Colaborador
Usuário desde: 21/11/2008
Localidade:
Mensagens: 1507
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Cleo tive que ler 2x... me deu uma nostalgia...
Mas sabes o meu passado não me deixa saudades, porque cada momento foi único, bem ou mal vivido, foi meu!
A Vida deu muitas voltas, a ultima mudou o rumo ao meu destino ao fim de 20 anos...
Mas aqui estou de pé com duas meninas, uma em cada mão.
O futuro é Meu! E o passado esse foi lindo, com tudo o que um Ser humano pode ter, tristezas e alegrias...

Gostei do teu texto e muito, desculpa ter desabafado um pouco...
Vou levar!

Um beijinho e continuação de Boas Festas,
T!na

Enviado por Tópico
antóniocasado
Publicado: 27/12/2009 08:44  Atualizado: 27/12/2009 08:44
Colaborador
Usuário desde: 29/11/2009
Localidade:
Mensagens: 1657
 Re: Amontoam-se os anos que passam
ola

A nostalgia de um olhar pela vida, pelo decorrer do tempo que adormece nos nossos braços e não é nosso, porque de alguma forma fomos dele? Como folhas à deriva na enxurrada vamo-nos adaptando às circunstâncias, vamo-nos moldando às necessidades e vicissitudes... E quantas vezes nos esquecemos de que somos os protagonistas da nossa própria vida?

antóniocasado

Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 27/12/2009 11:11  Atualizado: 27/12/2009 11:11
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Cleo,

Um dos temas que mais aprecio. É das le,branças passadas que viveremos o amanhã.

Lembranças boas e más mas que constituem a nossa história interior.

Como sempre...parabéns.

bj
eduarda

Enviado por Tópico
Moreno
Publicado: 27/12/2009 11:21  Atualizado: 27/12/2009 11:21
Colaborador
Usuário desde: 09/01/2009
Localidade:
Mensagens: 3486
 Re: Amontoam-se os anos que passam
O tempo parou para eu mergulhar na relíquia deste texto em que és a protagonista de cada momento...

Não há que ter pressa...

beijo

Enviado por Tópico
Nitoviana
Publicado: 27/12/2009 18:09  Atualizado: 27/12/2009 18:09
Colaborador
Usuário desde: 10/04/2009
Localidade:
Mensagens: 648
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Gostei muito da expressão, "ou não fosse eu a protagonista da minha própria vida!...", porque isso é o mais importante, fioquei desalentado com essa perspectiva que tens, "ansiando os melhores anos que nunca mais chegam... pois que esses, esses já passaram!". NO meu ver os melhores anos são os que estão para vir, porque esses ainda estão para descobrir, viver o que já se viveu não é vida, vida é continuar à procura de viver novos momentos, novas sensações, novos sítios que nos digam de uma vida sempre preenchida!
Principalmente, gostei da escrita, que é cheia de imagens fortes!
Um beijo Cleo

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 27/12/2009 23:48  Atualizado: 27/12/2009 23:48
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Amontoam-se os anos que passam
És imbatível Cleo na forma como
descreves as tuas vivências e as
tuas emoções.
És seguramente em prosa uma das pessoas
que mais gosto de ler.
Beijinho grande,
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 29/12/2009 00:48  Atualizado: 29/12/2009 00:48
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Cleozinha,
No álbum das memórias está aquilo que somos e em que nos transformámos.
Importa guardar o passado, viver o presente para assim poder receber os dias futuros, sem pressas ou ansiedade.
Tudo no seu devido lugar, a seu tempo.
Magnífica prosa poética, como é da tua verve.
Feliz Ano de 2010
Nanda
Open in new window

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 30/12/2009 23:32  Atualizado: 30/12/2009 23:32
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2221
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Olá Cleo!

Revi-me em grande proporção neste teu escrito, excepto claro que a protagonista do meu filme era eu e etc, mas o que mais "bateu" foi o final porque é exactamente o que venho sentindo desde há uns meses: "não tenho pressa de coisa nenhuma, muito menos de apressar o tempo, ansiando os melhores anos que nunca mais chegam... pois que esses, esses já passaram!
Poucos são os que dão por isso."

Excelente Ano de 2010 com excelente está o teu texto!

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 30/12/2009 23:40  Atualizado: 30/12/2009 23:40
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Excelente retrospectiva de uma vida, que é a tua, similar em muitos pontos, a muitas outras vidas. Essas recordações dos melhores anos de nossas vidas, neste caso da tua, trazida por ti no melhor de tuas palavras.

Bom ano de 2010.
(Que nele consigas registar mais algumas boas recordações...)

Beijinho

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 30/12/2009 23:42  Atualizado: 30/12/2009 23:42
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Amontoam-se os anos que passam
Meus amigos
Quero agradecer a todos, sem excepção, todo o calor, o carinho e a amizade que me fizeram sentir através das palavras que me deixaram.

Um Feliz Ano para todos!