https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Voltando aos vinte

 
Tags:  alma    anos    desenganos  
 
Voltando aos vinte

Senti voltar aos vinte anos, outro dia
Voltei a ter alegria que tivera outrora
A minha alma já cansada prá mim ria
Da nova alma alegre que tinha agora

Encontrei-me novamente com Maria
Embora não me esquecesse a Aurora
Mas isto durou nada mais que um dia
E tudo o que já fui, me voltava agora

Recordei de uma paixão tão ardente
Que num momento raro, de repente
Voltei a sentir que tinha vinte anos

Mas foi um sonho e sem nenhum aviso
Em um inferno, se tornou o Paraíso
E continuaram os meus desenganos.

jmd/Maringá, 07.01.10




verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
589
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.