https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 116 »
Offline
João Marino Delize
O mártir do carvalho
O MÁRTIR DO CARVALHO Quando este mundo vivia nas trevas Deus lá das alturas resolveu mandar A...
Enviado por João Marino Delize
em 18/09/2017 21:06:43
Offline
João Marino Delize
Ferro de passar a brasa
Ferro de passar a brasas Lembro-me que na infância e mocidade Que se usava ferro a brasa para...
Enviado por João Marino Delize
em 18/09/2017 15:08:50
Offline
João Marino Delize
Nos meus três anos
Nos meus três anos Lembro ainda com muita saudade Eu com volta de três anos de idade Ia com a ...
Enviado por João Marino Delize
em 15/09/2017 15:20:10
Offline
João Marino Delize
Chapeuzinho Vermelho
Chapeuzinho Vermelho A chapeuzinho Vermelho Foi visitar a sua vovó Encontra em seu caminho Sac...
Enviado por João Marino Delize
em 14/09/2017 22:26:08
Offline
João Marino Delize
Novos caminhos
Novos caminhos Com a solidão eu caminhava fora do trilho Nas trevas eu seguia quase sem rumo M...
Enviado por João Marino Delize
em 11/09/2017 22:33:54
Offline
João Marino Delize
Operação Condor
Operação Condor A operação denominada de Condor Trouxe à América do Sul muita dor Sendo ideal...
Enviado por João Marino Delize
em 08/09/2017 21:21:12
Offline
João Marino Delize
Fauna e flora
Fauna e flora Quando vejo árvores ornamentais num lago De cores verdes e também avermelhadas E...
Enviado por João Marino Delize
em 08/09/2017 15:23:42
Offline
João Marino Delize
Despedida
Despedida Vais partir, triste verdade Para quem tem que ficar Porque é dura a realidade Este a...
Enviado por João Marino Delize
em 05/09/2017 15:37:05
Offline
João Marino Delize
Nada
Nada Esse poema que a todos dedico É muito simples e fácil de se ler Em suas rimas que eu simp...
Enviado por João Marino Delize
em 03/09/2017 14:42:29
Offline
João Marino Delize
Charneca
Charneca* Lembro dos meus anos dourados Que a gente ia para as charnecas Onde preás em tom ama...
Enviado por João Marino Delize
em 30/08/2017 21:14:39
Offline
João Marino Delize
Sinais dos tempos
Este texto pode ferir a susceptibilidade dos leitores mais sensíveis.
Enviado por João Marino Delize
em 29/08/2017 15:23:09
Offline
João Marino Delize
Flores do lago
Flores do lago Notei nas margens do lago A diferença que existe Entre suas águas serenas E o ...
Enviado por João Marino Delize
em 25/08/2017 21:46:55
Offline
João Marino Delize
Sombras
Sombras Quando penso e falo, atrás da imagem Aparece sombras com menor profusão Que me vem à m...
Enviado por João Marino Delize
em 23/08/2017 21:25:35
Offline
João Marino Delize
Rosas
Rosas A sua viuvez se acabou Quando eu lhe encontrei O meu jardim você regou As rosas, eu que ...
Enviado por João Marino Delize
em 19/08/2017 21:01:52
Offline
João Marino Delize
Companheiro
Companheiro Oh! mulher por que soluças Na porteira lá do galpão Seu amor morreu montando Na fe...
Enviado por João Marino Delize
em 19/08/2017 20:49:34
Offline
João Marino Delize
Viagem à Serra Gaúcha
Viagem à Serra Gaúcha Fui conhecer as lindas e frias cidades sulinas Sobre a Serra Gaucha, ent...
Enviado por João Marino Delize
em 15/08/2017 21:15:40
Offline
João Marino Delize
Pescador folgado
Pescador folgado. Conheci um velho pescador Que sempre vivia numa boa Construiu o seu ranchinh...
Enviado por João Marino Delize
em 02/08/2017 21:11:21
Offline
João Marino Delize
Pai João
Pai João Pai João, naquela fazenda Quem candeava o carretão Levava cana até a moenda Subia e d...
Enviado por João Marino Delize
em 30/07/2017 14:40:22
Offline
João Marino Delize
Garganta do mundo
Garganta do Mundo A garganta do mundo está ressecada, que sede danada que fome sem fim É cobra e...
Enviado por João Marino Delize
em 26/07/2017 16:07:28
Offline
João Marino Delize
Perdas
Perdas Quando venço acho que eu sou normal Quando perco, me acho o pior do mundo Vencendo acho ...
Enviado por João Marino Delize
em 24/07/2017 22:34:39
(1) 2 3 4 ... 116 »