https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ai! o Amor, o Amor

 
A quem amei, a quem vou amar, a quem nunca amei

estas palavras de amor são comuns ao pé de ti
são vulgares como eu
são feitas com as mãos cheias de água.

às vezes é insuportável a inépcia líquida do amor…

carnoso
indizível
está à nossa frente
tocámos-lhe com as mãos
e não lhe chegámos, mesmo quando trocámos.

confuso?

por exemplo:
como se mede a largura do peito?
quanto custa a sua sabedoria?
como se adivinha o desejo mais próximo?
quantas mentiras se cometem em confidência?

seria tão fácil, tão fácil se seguíssemos o rumo da saliva
descortinássemos a luz por trás do amor a entrar,
além do próprio engodo aportar, nós os profanadores!

ouvirá o amor o que não dizemos?


" An ye harm none, do what ye will "

 
Autor
HorrorisCausa
 
Texto
Data
Leituras
1012
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
12
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/01/2010 15:40  Atualizado: 28/01/2010 15:40
 Re: Ai! o Amor, o Amor
MJ,"seria tão fácil, tão fácil se seguíssemos o rumo da saliva..."
Esse rumo, essa viagem,carregado de marcas registadas no adn se calhar tem ouvidos para que o amor escute tudo o não dizemos,mas sentimos...
Uma poesia inquieta, indagadora e bela que conclui magistralmente com o verso interrogativo:"ouvirá o amor o que não dizemos?"
Beijo


Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 28/01/2010 18:02  Atualizado: 28/01/2010 18:02
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4527
 Re: Ai! o Amor, o Amor
Se o amor estiver atento, ouvirá som poetisa o silencio de nós...

Jinhos
Tudo de bom para ti M. Joao


Enviado por Tópico
Moura365
Publicado: 28/01/2010 19:01  Atualizado: 28/01/2010 19:01
Colaborador
Usuário desde: 23/10/2009
Localidade: Rio tinto-Porto
Mensagens: 2284
 Re: Ai! o Amor, o Amor
Gostei deste teu deambular pelo amor.

Pois é...como bom seria, se pudéssemos ouvir o que o amor nos respondia.

Beijocas, vizinha

Gil


Enviado por Tópico
Nitoviana
Publicado: 28/01/2010 19:09  Atualizado: 28/01/2010 19:09
Colaborador
Usuário desde: 10/04/2009
Localidade:
Mensagens: 648
 Re: Ai! o Amor, o Amor
Saberá o amor que exitismos? Ou pergunta deve ser feita ao contrário? O encontro é complicado pela indefinição do local de encontro. Seria mais fácil sim como dizes não se teorizase tanto, mas como o não fazer se o amor pode até ser uma teoria. Contradições, pois, o tema é-o!
Um beijo M João


Enviado por Tópico
poesiadeneno
Publicado: 28/01/2010 23:40  Atualizado: 28/01/2010 23:40
Colaborador
Usuário desde: 27/06/2009
Localidade:
Mensagens: 1407
 Re: Ai! o Amor, o Amor
H.C.


"quanto custa a sua sabedoria?"
Não há ouro que a pague.



Bjo


Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 29/01/2010 14:27  Atualizado: 29/01/2010 14:27
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2695
 Re: Ai! o Amor, o Amor
Concordo com quase tudo, o que esse gigante, como lhe costumo chamar, te induziu a escrever.
Só quem sabe o que é - isso do AMOR...
poderá escrever assim, sobre a inclusão ou a exclusão Dele na nossa vida

Como sempre, fantástica


Bom fim de semana


Matilde D'Ônix