(1) 2 3 4 ... 26 »
Offline
HorrorisCausa
partitura tom sobre tom
. nunca foi tarde nunca é tarde tricotar efémeros eternos nunca foi tarde nunca é tarde deixar o ...
Enviado por HorrorisCausa
em 24/05/2024 12:39:32
Offline
HorrorisCausa
vo(u)ando sobre campos de edredão
. . dar.me ao tempo aos cansaços sossegarem. um tempo bomba.relógio sem ponteiros espontanêo em...
Enviado por HorrorisCausa
em 15/05/2024 10:52:37
Offline
HorrorisCausa
carta registada sem data
. quando meus olhos mordem esta terra escura, mãe!. sinto o peso sinto frio. retenho então tua ...
Enviado por HorrorisCausa
em 05/05/2024 08:41:54
Offline
HorrorisCausa
ulises* e o verbo trabalhar
( presente do indicativo) eu trabalho tu trabalhas ele trabalha eu descanso tu trabalhas ele t...
Enviado por HorrorisCausa
em 01/05/2024 13:02:26
Offline
HorrorisCausa
gosto de palavrões, abomino blasfémias (Vania y HC)
. . permita.me esquecer a franja torta o choro de Monalisa desenhar Bronte em monte dos vendavai...
Enviado por HorrorisCausa
em 24/04/2024 19:23:47
Offline
HorrorisCausa
um homem difícil de encontrar
. . havia um homem que dormia a noite sentado nas pontas dos pés difícil de encontrar, pois com ...
Enviado por HorrorisCausa
em 06/04/2024 11:53:37
Offline
HorrorisCausa
peripécias de um monólogo enviesado
. . . do final. quem disse? dizer ser o fim. por sinal. nem sempre assim. é um espécie de embriag...
Enviado por HorrorisCausa
em 22/03/2024 18:42:26
Offline
HorrorisCausa
ouvi.os
ouvi.os esperavam que se movam montanhas herdar um lugar seguro armadilhar, fazer algo sem moti...
Enviado por HorrorisCausa
em 06/03/2024 15:21:16
Offline
HorrorisCausa
Roll On ( Paulo Galvão / HC ) em dueto
. . . num gesto seguro retilhei-lhe a máscara depilei a frágil casca e nua, fechado muro, espero...
Enviado por HorrorisCausa
em 01/03/2024 08:02:03
Offline
HorrorisCausa
entre a justificação e a desculpa
chega de longe as aspas dos olhos sem presença de tempo no relógio da parede parado o sarcasmos d...
Enviado por HorrorisCausa
em 04/02/2024 19:39:17
Offline
HorrorisCausa
solidão com asas
apenas algumas vezes as pálpebras cortinas se levantam calmas como se estivessem a sonambular pe...
Enviado por HorrorisCausa
em 30/01/2024 23:03:29
Offline
HorrorisCausa
como a pipi.das.meias.altas
" o dedo em movimento escreve e, tendo escrito, segue em frente nem tua piedade, nem tua lá...
Enviado por HorrorisCausa
em 13/01/2024 19:42:52
Offline
HorrorisCausa
PortugAzia
a léria floreada trepadeira ergue.se tanto e tão pouco seus tímpanos não captam a mais ínfima por...
Enviado por HorrorisCausa
em 10/01/2024 22:50:57
Offline
HorrorisCausa
a ordem
eram uns passos pequeninos pequeninos pequeninos tão pequeninos e pregados ao chão tornaram.se g...
Enviado por HorrorisCausa
em 03/01/2024 22:20:51
Offline
HorrorisCausa
já não sei o que vale uma ideia "entre um poema e a parede"
ao alemtagus pelo desafio "entre o poema e a parede" ao serão 23/12/2023 " já n...
Enviado por HorrorisCausa
em 26/12/2023 16:51:37
Offline
HorrorisCausa
mãos verdes
vou fazer um poema a espantar céus e terra mortais e imortais até poetas vou escrever gradual v...
Enviado por HorrorisCausa
em 18/12/2023 18:52:50
Offline
HorrorisCausa
partes em parte
partes nem deixaste a pior parte odiar essa parte que partiste. soubera eu saber da esmagada se...
Enviado por HorrorisCausa
em 25/11/2023 11:08:47
Offline
HorrorisCausa
monólogo cavername
entre tantos ossos, 206 tocantes crentes de um só intrépido destino petrificarem disseram ao in...
Enviado por HorrorisCausa
em 08/11/2023 19:52:19
Offline
HorrorisCausa
calendário para três tempos
já fui antes presa com molas em corda esticada estilhaço de granada pronto arremesso a torto e ...
Enviado por HorrorisCausa
em 29/10/2023 13:08:12
Offline
HorrorisCausa
poema de consumo rápido
se vens só para fazer.me chorar não venhas vem só se puderes ficar em meus sonhos sem os estrag...
Enviado por HorrorisCausa
em 24/10/2023 09:37:55
(1) 2 3 4 ... 26 »