https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

Minha amiga

 
Nada mudaria em meu passado
Porque ao brincar com o destino
Poderia não mais me cruzar contigo
E o simples fato de te conhecer
Me leva a crer que estou no meu caminho
Um caminho que não trilho sozinho
Um trilho que é meu abrigo
Um abrigo a céu aberto
Um céu aberto, estrelado e negro
De um negro que só teus olhos negros podem igualar
Então porquê mudar o meu passado?
Se eu fosse mago...
Que poderia eu querer mudar?
Eu já te tenho tão perto, tão em mim
Quem sabe se ao mudar não seria assim
E estaria eu caminhando ao relento
Com um círculo gasto sob meus pés
Desconhecendo este sentimento
Não fazendo ideia de quem tu és.
Mas eu sei que és, sei que estás, onde e porque estás!
Então para quê mudar o meu passado
E te ocultar ao coração?
Tu, só tu me dás
Alegria em cada vez que dás
Um passo desses passos que dás
Com a tua mão em minha mão!
E nessa mão de criança
Que infelizmente a vista não alcança
Eu sei que existe uma linha
Que começa aí e termina aqui
Aqui onde termina a minha!
Por isso, repito, não mudaria
Uma virgula sequer á minha vida
Meu amor, meu abrigo, minha amiga!
 
Autor
TrabisDeMentia
 
Texto
Data
Leituras
5646
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/08/2006 08:02  Atualizado: 28/08/2006 08:02
 Re: Minha amiga
Quando se ama...
O sofrimento passa a ser uma vulgaridade para tanto amor.
Eu também voltaria a repetir tudo de novo...

Enviado por Tópico
jamaveira
Publicado: 21/12/2006 23:13  Atualizado: 21/12/2006 23:13
Da casa!
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: João Pessoa - PB
Mensagens: 343
 Re: Minha amiga
Seria esconder o óbvio. Abç. > jamaveira

Enviado por Tópico
goretidias
Publicado: 20/04/2007 18:26  Atualizado: 20/04/2007 18:26
Colaborador
Usuário desde: 08/04/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 1237
 Re: Minha amiga
Uma boa opção! O óptimo é inimigo do bom...