https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

até já, liberdade

 
liberdade que respeito
não quero o teu grande peito
todo esmagado em mim

chora pois comigo chora
ou ri nessa hora de glória
abraça o teu mundo
assim
e voa muito e sem demora.

perdoa,se me vou

agora

quero a prisão do meu leito
quero o amor,as palavras,
minhas grades e amarras

meu cansaço,meu jardim.


cruz mendes

 
Autor
Alexis
Autor
 
Texto
Data
Leituras
662
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/02/2010 12:29  Atualizado: 17/02/2010 12:29
 Re: até já, liberdade
a liberdade pesa também; e temos que tratar dos nossos jardins.

bj

mário

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 17/02/2010 12:58  Atualizado: 17/02/2010 12:58
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8223
 Re: até já, liberdade
Na poesia podemos ser livres sim, numa liberdade embelezada no jardim das palavras. Também na poesia, como na terra, devemos fazer o pousio, de modo a que este jardim se revigore. O teu poema diz tudo, e se é feito de palavras delicadas, estas voltarão maiores ainda, tenho certeza.
Te espero.
Beijo grande

Enviado por Tópico
Massari
Publicado: 17/02/2010 12:59  Atualizado: 17/02/2010 12:59
Colaborador
Usuário desde: 07/12/2009
Localidade: Sertãozinho/SP
Mensagens: 1089
 Re: até já, liberdade
Cara Alex, que o teu jardim mesmo protegido por grades a liberte para novos voos poéticos
bjs

Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 17/02/2010 17:16  Atualizado: 17/02/2010 17:16
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: até já, liberdade
Esse é um poema digno de nota, Dona Alexis!
Gostei muito, sim senhora!
Bjins, Betha.

Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 17/02/2010 17:41  Atualizado: 17/02/2010 17:41
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: até já, liberdade /aos leitores
agradeço.

lembro que não vou a lado nenhum.continuo por cá.apenas comentando menos,por agora.

bj
alex

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/02/2010 17:56  Atualizado: 17/02/2010 17:56
 Re: até já, liberdade p/ Alexis
Alexis, que essa liberdade de ficar "presa" te devolva a energia que tanto necessitas.O Poema? simples e belíssimo.
Tudo de bom.
Beijo

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 17/02/2010 18:32  Atualizado: 17/02/2010 18:32
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12081
 Re: até já, liberdade
A liberdade longe de prisões num jardim por onde a existência faça sentido.

Beijos