https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Começo de um fim

 


Eu ouço algo que não deveria ser ouvido

Vejo algo que não deveria ter visto

Também esperava sentir algo que não pudesse ser sentido

Meio estranho isso que digo

Meio nada

Muito estranho

Mas é isso que acontece

Quando o resto do mundo te esquece

E você se esquece do mundo

Você passa se por louco

Até mesmo acredita um pouco

Ser insano ou só insensato

E num ágil e louco ato

Resolve curar a ferida

Dar um fim nessa débil vida

Salta aos céus como leve ave

E do penhasco um espaço abre

Não parece um salto pra morte

Apenas um mergulho a sorte

Não repulse, mas acredite.

Como no teto de uma caverna

Rochas como estalactites

No fim da queda me espera

Não esperava que assim fosse

Algo com sangue e pedaços

Queria que simples fosse

Um salto, uma morte, um ato.

Mas feio ou bonito assim

Por mais que doa ou queime

Não é o fim de um começo

Mas o começo de um fim

Wilckson Ewil (BlackHearth)

Sábado 7 de fevereiro de 2009

 
Autor
wilckson
Autor
 
Texto
Data
Leituras
528
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.