https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Surrealistas : 

"Devora-me"

 
Tags:  devora    devorar  
 
Nós nas nossas mesas barulhentas,
Eles cortejando copos vertidos,
Vós penteando peles ferrugentas,
Tu e eu com delírios perdidos.

Todas as manias e tantas as portas,
E aquilo que mais importa é vencer,
Vamos esquecendo raízes e horas mortas,
Não nos apressa à atenção vós estares a gemer.

Tu continuas a olhar o fundo do rio,
Ele não larga o promíscuo humor,
Ela deseja destapar o mundo e com um fio
Eu interligo fluidos no buraco do amor!

Por onde sai é por onde entra,
Muitos dias nada queremos,
Muitas horas jogamos às cartas,
Por aqui, despimo-nos de roupa, por aqui, amamentamo-nos em vazios…

Vamos penetrar a língua em doces,
Doces cozinhados na febril madrugada,
Já assumimos um trono do elitismo assediado,
Na terra de porcos de focinho enfeitado.

Autor: Mosath
Todos os direitos reservados©
 
Autor
Mosath
Autor
 
Texto
Data
Leituras
617
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.