https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Por entre os dedos

 
Tags:  passado    terra    memória    gente    regresso    terço  
 
POR ENTRE OS DEDOS


Volto teimosamente ao passado
Deixo-me entre os olivais
e a vinha
Neste amor sempre arrebatado
de suspiros e de ais
E de saudade que é minha.

Piso uvas no lagar
Escuto do sino as badaladas
São seis horas há que rezar
O terço com mãos encardidas e descarnadas.

Que importa se nada esqueço!?
Nem a foice nem a enxada
À seara de trigo regresso
Vejo-a ao vento agitada.

Há-de à memória chegar-me
Voz d'outros ventos segredar-me
Que tudo já teve um fim
Prefiro que não me digam nada
Que tenho o pavor em mim
Da lucidez desafinada.

Mas choro, choro porque sou sobrevivente
E recordação tudo o mais...
Da minha terra da minha gente?!
Só a lembrança, eles partiram
E já partiram meus pais.

Já não vejo outra saída
A vida por entre os dedos, desnorteada!
Só não sei p'ra quando a despedida
Prefiro que não me digam nada.Open in new window


rosafogo


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1383
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
20
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 12/04/2010 18:34  Atualizado: 12/04/2010 18:34
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: Por entre os dedos
E eu que queria comentar...
não queres que diga nada, não digo...

Mais um lindo poema, com a saudade
e ternura que te é caracteristica.
Beijinhos mana
Antonieta


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 12/04/2010 19:16  Atualizado: 12/04/2010 19:16
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12071
 Re: Por entre os dedos
A saudade sempre presente no teu coração e na tua poesia, caminhos da vida que guardamos e como é bom sentir estes aromas.

Beijinhos


Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 12/04/2010 20:02  Atualizado: 12/04/2010 20:02
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2058
 Re: Por entre os dedos
como sempre adorei e não direi mais nada, apenas um excerto dum poema meu .
Beijinhos amiga Rosa.

Saudade assim a tilintar
são diamantes de medo
Véus de Mar
nas orlas do teu segredo
que neste cedo
me vêm beijar


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/04/2010 20:46  Atualizado: 12/04/2010 20:46
 Re: Por entre os dedos
Rosa, Rosa, minha querida.

Como é bom passar por aqui. É tão forte, vívido o que escreves, que agente vai lendo e vai passando um filminho como imagem.

Beijinho


Enviado por Tópico
AuroraRosado
Publicado: 12/04/2010 21:03  Atualizado: 12/04/2010 21:03
Colaborador
Usuário desde: 18/03/2010
Localidade:
Mensagens: 623
 Re: Por entre os dedos
Muito belo, perpassado da nostalgia que já a caracteriza.

Duro é o efeito da "lucidez desafinada" (bela expressão).

Gostei muito.

Bj


Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 12/04/2010 21:12  Atualizado: 12/04/2010 21:12
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: Por entre os dedosp/Rosa
As memórias carregam-nos sempre. e digo que adoro sempre estas saudades que descreves como ninguém.

bj
Eduarda


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 12/04/2010 22:55  Atualizado: 12/04/2010 22:55
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11165
 Re: Por entre os dedos
Rosinha,
A nostalgia da saudade produz belos poemas como este e muitos outros da tua verve.
Penso que lhe reconheceria a autoria de olhos fechados.
Beijinhos
Nanda


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 12/04/2010 23:41  Atualizado: 12/04/2010 23:41
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: Por entre os dedos
Olá Rosa,
minha amiga os teus poemas são a réstia de uma saudade tão profunda como o livro da vida.

adoro ler-te

beijinho amiga
da miuda o norte
meia fugida mas bem viva


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 13/04/2010 02:18  Atualizado: 13/04/2010 02:18
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15097
 Re: Por entre os dedos
A nostalgia tende a imperar por aqui. A tristeza como matéria-prima serve como base para a construção de uma sem igual beleza poética. Sempre delicioso beber da tua escrita. Beijos que toquem teu coração.


Enviado por Tópico
Cíntia
Publicado: 13/04/2010 18:43  Atualizado: 13/04/2010 18:43
Super Participativo
Usuário desde: 01/03/2010
Localidade:
Mensagens: 149
 Re: Por entre os dedos
Como sempre, linda e contagiante suas palavras que desenam os versos! A tristeza ganha cor quando lida em textos escritos por você e podemos ver e sentir o cenário contado... E é isso que faz de você Rosa, uma escritora espetacular... Um abraço, estava com saudade!