https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Não! Não dá para simplesmente escrever

 
Não! Não dá para simplesmente escrever


Não é um simples estarmos a compor
Não é tão simples falar de amor.
É trazer junto ao editar.
A alma o corpo e coração a falar.

Não! Realmente não, deve se continuar.
Aqui será sempre o espaço
No escrever! Relato daquele abraço.
Onde sempre se tem que calar.

Fugir. Jamais se imaginar
O poema da vida tem que se seguir
E, firmado nele ou com ele prosseguir

Não é um simples palavreado.
É quase sempre uma bela canção.
E ao mundo que vai ler diversão.

É preciso escrever
Elio Candido de oliveira

Não é um simples estarmos a compor
Não é tão simples falar de amor.
 
Autor
ElioCandidoOliveira
 
Texto
Data
Leituras
796
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.