https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

Ao cair da tarde (tributo a Handel)

 
Open in new window

Com seus belos acordes
A melodia universal de Handel
Exala um aroma celestial,
Emerge o sentimento mais nobre
De órgãos, metais e cordas...

Quão majestosa é sua obra
A suíte “música aquática”,
Enleva atormentados espíritos
Em busca de bálsamo musical
Terapia para os cansaços e dores

A música com seus ritmos
Desperta esferas celestiais,
Como no oratório “o Messias”
Consegue ultrapassar barreiras
Se torna mola propulsora da vida

A música dita o compasso do dia
Confere movimentos aos seres
Não fora a descoberta da música
O homem não evoluiria tanto
Na palavra e na escuta,

Não fora seu encantamento
Não mergulharia nos mistérios
De sua própria existência
E os anjos não anunciariam
A “Boa Nova”, a bem-aventurança...

AjAraújo, o poeta humanista, escrito em outubro de 1994, revisitada em 2016.

Art by Vladimir Kush, surreal painting
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
645
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 17/04/2010 14:31  Atualizado: 17/04/2010 14:31
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8222
 Re: Ao cair da tarde (tributo a Händel)
As homenagens são sempre de louvar mas convem não errar o nome.
Abraço