https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Humildemente

 
A plenitude do meu ser me abraça
Na disfunção de mim e é entregue
A quem serve do meu albergue
Pela lucidez que me passa,
E não fica, deliberadamente.

E surge a fanar no meu leito
O calor da ternura e do amor
Eu desnudo o meu peito
E descubro um defeito maior,
Da minha alma indiferente.

Vagueio no teu corpo, alheio
Desgasto sóbria a minha dor
Nas atrocidades do meu meio
Desfruto voos com asas de condor,
E sei-me de cor humildemente.

 
Autor
mariagomes
 
Texto
Data
Leituras
669
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
LilaMarques
Publicado: 30/04/2010 07:27  Atualizado: 30/04/2010 07:27
Da casa!
Usuário desde: 07/04/2010
Localidade:
Mensagens: 233
 Re: Humildemente
Maria,

Que belo poema! Parabéns.

Um beijo,
Lila.

Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 30/04/2010 09:18  Atualizado: 30/04/2010 09:18
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2695
 Re: Humildemente
Citando:
Vagueio no teu corpo, alheio
Desgasto sóbria a minha dor
Nas atrocidades do meu meio
Desfruto voos com asas de condor,
E sei-me de cor humildemente.



Oi Maria,

Saber-se assim de cor humildemente, é só para quem saber o que é Ser Poeta, Pessoa no meio de tantas pessoas que nem sabem como ser Pessoas


Gosto de a ler


beijos



Matilde D'Ônix

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 30/04/2010 09:37  Atualizado: 30/04/2010 09:37
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Humildemente
As emoções que se vivem na pele
coincidem com as que se derramam no papel.

Um abraçooO!

__Abilio__

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 30/04/2010 12:07  Atualizado: 30/04/2010 12:07
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Humildemente
Adorei todo o poema,
mas o último verso está um assombro

«E sei-me de cor humildemente»

Sabes-te Poeta de muito brio e arte.

beijinho
rosa

Enviado por Tópico
FatinhaMussato
Publicado: 30/04/2010 15:00  Atualizado: 30/04/2010 15:00
Colaborador
Usuário desde: 17/11/2007
Localidade: Jales (SP / BR)
Mensagens: 2106
 Re: Humildemente p/ mariagomes
Maria, humildemente confesso: ADOREI!
Soubeste descrever muito bem teus sentires e nos transmiti-los!
Voltarei a te ler mais vezes!

Beijinho,

Fatinha.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/04/2010 16:33  Atualizado: 30/04/2010 16:33
 Re: Humildemente
Olá, Maria.

Que lindo poema! A última estrofe transmite uma mensagem profunda e sentida, dita numa linguagem poética admirável.

Parabéns.

Beijo

Marialuz

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/04/2010 17:02  Atualizado: 30/04/2010 17:02
 Re: Humildemente
Maria, com toda humildade te digo, já me habituei a passar por aqui.

Citando:
Vagueio no teu corpo, alheio Desgasto sóbria a minha dor Nas atrocidades do meu meio Desfruto voos com asas de condor, E sei-me de cor humildemente. Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/ne ... m_mode=nest#ixzz0mbFyYm5y Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives


Belíssimo e profundo.

Beijos

Rosangela

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 30/04/2010 21:22  Atualizado: 30/04/2010 21:22
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Humildemente
Tenho descoberto a sua poesia aos poucos (por mera falta de tempo)
e confesso-me rendida à forma como trabalha as palavras.
Gostei Maria. Um beijo
Vóny Ferreira