https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tempo acabado de um Poeta

 
Tags:  poema    poeta    palavra  
 
O tempo come-te a carne
e vomita flores perfumadas,
selvaticamente.

Ardem os livros
no inferno da Palavra
e o gosto a mel
percorre-te a língua, ávida.

Queixumes e lágrimas
acordam o Poema sagrado,
que desfaz a iliteracia
e aplaude o Poeta
compassivo do tempo
que come carne
e vomita flores.
 
Autor
Vera Sousa
 
Texto
Data
Leituras
1420
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
19 pontos
19
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 04/05/2010 23:21  Atualizado: 04/05/2010 23:21
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Vera,

Já tinha saudades das tuas palavras.
Aqui ressurges com um grito, belo e intenso. Um grito que vem de ti poeta (poetisa), e as palavras que trazes continuam sublimes.

Beijo para ti grande mulher das palavras.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/05/2010 23:47  Atualizado: 04/05/2010 23:47
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Ainda não tinha reparado em ti, não sei porquê!
Mas este teu poema está como eu gosto.
Há aí qualquer coisa, sim.
Vou ler melhor.
bjs
nuno


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 05/05/2010 00:21  Atualizado: 05/05/2010 00:21
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Poema que trás a força da palavra e do escritor.Sucinto, expressivo e cruento.Adoooooro!
Bjins, Betha.


Enviado por Tópico
luciano
Publicado: 05/05/2010 00:37  Atualizado: 05/05/2010 00:37
Da casa!
Usuário desde: 16/02/2009
Localidade: Ituporanga / SC
Mensagens: 304
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Lindo poema meu anjo, da um verdadeiro gosto de mel nos lábios lêr tão belo poema!
Beijos meu anjo!

Luciano


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/05/2010 17:53  Atualizado: 05/05/2010 17:53
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Este poema soube-me a mel.

Espero que esteja tudo bem contigo e família.

Bjs.


Enviado por Tópico
fogomaduro
Publicado: 07/05/2010 00:13  Atualizado: 07/05/2010 00:13
Colaborador
Usuário desde: 06/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1478
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Poema visceral (mas não no sentido que Antonio Cícero dá à poesia "visceral").
Gostei.

DM


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/05/2010 04:37  Atualizado: 09/05/2010 04:37
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Belo e intenso poema, excelente composição! Parabéns!


Enviado por Tópico
saozinha
Publicado: 11/05/2010 18:25  Atualizado: 11/05/2010 18:25
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1606
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Vera.

Um poema com vida,com sentimento.

O poeta não se acaba no tempo,muitas vezes é o tempo que o faz renascer .

Beijos

(gosto de te ler por aqui)


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/06/2010 00:57  Atualizado: 22/06/2010 00:57
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Peço desculpa por ainda não ter lido este!


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 27/05/2012 20:07  Atualizado: 27/05/2012 20:07
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8223
 Re: Tempo acabado de um Poeta
Ai, Vera as voltas que dei para encontrar um poema menos bom e vim parar a este enorme, adorei. Não seria justo ir aos mais antigos. Não fui.
Beijo