https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Cemitério de minhas ilusões

 
Open in new window
No cemitério da ilusão
Colho as flores murchas
Depositadas por tua indiferença

Nos olhos carrego as névoas
Da última anulação
Dos seus flagrantes despropósitos

Manifesto dores cruciais
Dos espinhos dos teus venenos
Inoculados no meu ser

Sangro por entre as pedras lançadas
Bebo o veneno destilado
Em generosos goles

Minha carne viva lateja
Sofrendo as chicotadas
Da sua falta de caráter

Juraci Rocha da Silva - Copyright (c) 2006 All Rights Reserved

 
Autor
Juraci Rocha Silva
 
Texto
Data
Leituras
1530
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 31/07/2007 13:13  Atualizado: 31/07/2007 13:13
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Cemitério de minhas ilusões
As ilusões se fazem presente,
No cemitério ao seu alcance.
Faça de tudo isso realmente,
Aquilo que podes ter num realce.

Beijinhos