https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Vazio

 
Tags:  poema  
 





O vazio permanece...mais presente que nunca, doendo na alma..no coração...roubando a esperança... num tempo em que o esquecimento permanece na dôr...presença constante da solidão, companheira inseparável da saudade...ferida doendo no vazio de um momento...de uma vida...na ausência do presente...sem futuro...nas noites torturadas de espera...fragmentos de bocas sem voz...abismo sem sonho...amanheceres solitários, permanente busca das horas...sempre vazias...na eternidade das noites...no frio dos dias, buraco negro, onde vaga minha alma triste...mágoa permanente, sob a linha do silêncio...mordaça na teia do destino, que tece a escuridão, num infinito de eternidade...vazio de vontades...no nada que o vazio carrega...no ontem de palavras, ferindo o amor...acorrentado ao tédio...dentro do meu grito, como poema doendo no meu peito...sangrando silenciosamente na voz da noite, escorrendo nas lágrimas do meu corpo...eterno infinito de momentos amargos, numa estrada de vazio...dores e mágoas...percorrendo a ausência...na sombra da noite, desejos e angustias, vagam na alma e no pensamento...ecoando o vazio...nos becos escuros da minha espera...caminhando desnuda...nas lágrimas do meu corpo...sem destino...vagando nas noites longas, nos olhares sombrios...rasgando o silêncio que mora nas palavras vazias...no infinito do tempo.


Há dor e cansaço...no meu vazio coração
Nas minhas noites...nada terno...nem um beijo
Na minha cama...já não arde a chama da paixão
Ficou perdido no tempo...o amanhecer do desejo

Na bruma dos meus olhos...um grito uma saudade
Há solidão e vazio...na noite onde me deito
Na dor da minha voz...no meu corpo sem idade
Nas folhas secas...que caiem do meu peito

Na noite...desenhei as memórias...cinzas do tempo
Luar que se apagou...na sombra do meu olhar
Há um muro de silêncio...nas palavras...no vento
Na dor da minha alma...no meu peito a latejar

 
Autor
RosaSolidão
 
Texto
Data
Leituras
769
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 11/06/2010 20:48  Atualizado: 11/06/2010 20:48
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4535
 Re: Vazio
Espectacular poema, profundo,
sentido e dorido.
Gostei.
Antonieta

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/06/2010 22:23  Atualizado: 15/06/2010 22:23
 Re: Vazio
Ler-te é sempre um prazer. Poema profundo de palavras doridas onde a solidão é cortante.

um poema forte que gostei de ler.

Beijo azul