https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Água

 
Água
O mais puro
Dos líquidos
Que a terra possui!

Nascente divina
Berço da vida
Ou
O elixir mágico
Da alquimia
Do existir...

Sem ela
Nada vingará
O outrora
Verde
Secará!

O mistério
Da vida
Sucumbirá
E tudo retornará
Ao pó
Do chão árido
Desértico
Frio
E estéril

Terra defunta
De um vasto cemitério...


Open in new window

Foto- Fraga Da Pena


*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca

 
Autor
cleo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
653
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 14/06/2010 16:41  Atualizado: 14/06/2010 16:41
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2695
 Re: Água
Cleo, um alerta feito num belo poema, como já é hábito em ti

Gostei de vir aqui, beber um pouco das tuas palavras

Beijo


Dolores Marques

Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 14/06/2010 17:02  Atualizado: 14/06/2010 17:02
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: Água p/Cleo
Um grito a que me associo.

e tantas vezes que se fala na provável falta dela, e continuam sem manifestações de a pensar.

bj
Eduarda

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 15/06/2010 07:14  Atualizado: 15/06/2010 07:14
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: Água
Cleozinha,
Água é fonte de vida. Tremo só de pensar o que poderá vir a suceder daqui por alguns anos.
O teu poema para além de belo, como é da tua marca, é uma boa chamada de atenção para que não desperdiçemos esse líquido preciosos em nossas vidas.
Beijinhos e um dia de águas límpidas.
Nanda

Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 15/06/2010 11:08  Atualizado: 15/06/2010 11:08
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: Água
Um bem precioso que temos de tratar com muito carinho e moderação.

Muito bom o teu poema

Beijos